A Gnassi está comprometida com o meio ambiente • newsrimini.it

Pouco mais de uma semana para votarassociação ambientalista Basta Plastica in mare Network lança um apelo aos eleitores da Romagna, pedindo-lhes que escolham candidatos que conheçam o território e as suas particularidades ambientais e que lutem por eles. Várias considerações, mas há apenas um nome levado em consideração para se interessar, como prefeito, por essas questões: Andrea Gnassi, candidato uninominal da centro-esquerda. A presidente Manuela Fabbri e todo o conselho de administração citam o seu compromisso com o sistema de saneamento, mas também as reservas expressas em várias ocasiões sobre o parque eólico offshore.

Observação:

Talvez seja repetitivo dizer que a nossa economia circular gira principalmente em torno do mar e que a natureza do mar é o principal recurso e uma prioridade.no ser protegido a todo custo? Nós Associação Basta Plastica na Rede Mare não apenas como protetores demeio Ambientemas como cidadãos/usuários/acionistas da sociedade de Rimini e Romagna, mesmo pelo que cada um de nós contribuiu para construir, gostaríamos de lembrar a todos os candidatos às eleições gerais de 2022.

Percorrendo as candidaturas entre as diferentes formações eleitorais, nos perguntamos: quais deles eles conhecem e quem realmente se importa com a nossa realidadeno territorial com suas peculiaridades originais e mais valiosasno, marinho e montanhoso? Quem fez o quê?

o gino Prefeito de Rimini, Andrea Gnassi está empenhada em garantir queE os esgotos não deságuam no mar e que as águas foram previamente depuradas (PSB & O d’Héra, mesmo que ainda não estejam em pleno funcionamento); bem como nos últimos dois anos, antes de concluir os dois mandatos, manifestou com veemência muitas reservas quanto à mega parque eólico offshore que, graças à crise, está cada vez mais desacelerando para invadir nosso capital natural com uma tecnologia distorcida: o bem de identidade comum que banha a costa mais escolhida da Itália por suas características litorâneasno.

Escusado será dizer que as ambiguidades são notoriamente mais numerosas na campanha eleitoral.no e promete ao detentor de interesse e à classe econômica obter seu consentimento, em vezE assinar compromissos precisos e autênticos. Em particular sobre a protecção do ambiente que – embora muito mal – supostamente não compensa em termos económicos. O importante é ser eleito para ver o ar que puxa e que deve agradar. Mas queremos evitar que isso aconteça.

Não é preciso dizer que o partido de abstenção teráno uma porcentagem considerável de votos, devido ao desafeto e desconfiança dos partidos, infelizmente. E é por isso que nós APS BPinMARE queremos exortar os eleitores na Romagna a considerar e escolher vote em quem entre os candidatos reconhece os problemas ambientais: interesse, respeito, centralidadeno, concreto. Então é sobre credibilidadeno pessoal que devemos investir, agora mais do que nunca.

Há dois anos, com o falecido Almirante Aleardo Maria Cingolani, solicitamos uma mesa de estudo e consulta da Romagna capaz de planejar as energias renováveis, planejando as necessidades e economias que nosso território deveria ter seguido. Sem recorrer, como sempre, a improvisações sobre emergências ditadas pela urgência. O que aconteceu pontualmente agora devido a más escolhas políticas do passado, uma guerra de ocupação do maior fornecedor em regime de monopólio e justamente a falta de planejamento que leva nossos governantes a “ressuscitar” até carvão e nuclear. Mudar o paradigma é ter antecipação. Entre os que estudam pesquisa e inovação, sabe-se que a mais avançada tecnologia de energia renovável se concentra em plantas confinadas, comunidadesno energia autogerenciada que, como acontece em outros países (v. Portugal) sabem a diferença entre o sol, o vento e as ondas: da energia fotovoltaica em telhados urbanos e industriais, à água na hidroeletricidade generalizada, biomassa de resíduos agrícolas e orgânicos. E, com tudo isso, políticas capazes de promover eficiência e economia.

O Conselho de Administração da Basta Plastica na rede MARE

Manuela Fabbri (pres.) Massimo Fusini (vice). Diretores: Rosanna Bellomo, Edoardo Carminucci, Lucio Gobbi, Giuseppe Prosperi, Alberto Ravaioli, Eleonora Tagliaventi, Marco Zaoli.

Harlan Ware

"Aficionado por zumbis que gosta de hipster. Explorador típico. Defensor da cultura pop. Nerd de mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.