A lição de Antonio de Portugal – AlessioPorcu.it

Sem aviso de recebimento. A carta registrada do diretor sobre um fato do dia. Em Sorrento pensamos em Forza Italia e a lição veio de Portugal

É aqui que se escondem as novidades: nas entrelinhas, rumo à parte final, onde nunca ninguém tem paciência para chegar.

No convenção na semana passada em Sorrento organizado pelo ministro Mara Carfagna mais queria ver apenas o aspecto político; nosso clarocom as infinitas fibrilações de um Forza Italia ainda em liquidação e ainda acima de 10% lá.

Percorrendo as páginas, encontrará a intervenção de um senhor que chegou de Portugal. O nome dele é Costa da Silva. Chegou a dizer que em 2005 eram 87% dependentes da energia alheia; eles iniciaram uma jornada que agora os levou a produzir uma boa quantidade de energia para si mesmos que é necessário para iluminar casas, cozinhar almoço e jantar, tomar banho, fazer funcionar os motores das fábricas. E eles o produzem 60% de fontes renováveis. Seu vício agora caiu mais de 20%.

Renato Brunetta, Mara Carfagna, Mario Draghi (Imagoeconomia)

António Costa Silva é o Ministro da economia e do mar de Portugal.

Vamos mudar de cenário. Bruxelas informa-nos que A Itália ainda precisa usar 2,3 bilhões em fundos climáticos e ambientais da UE Créditos 2014-2020.

Para usá-los, temos até 2023, então eles serão redistribuídos entre aqueles que os usaram melhor. Sem recompensa para a Lazio: não chega nem a 70%. Só para dar um exemplo, o Lácio é a região onde as pessoas dizem não aos fundos com os quais é possível criar biodigestores e usinas de transformação de resíduos em energia, os mesmos que aliviaram Portugal de seus pensamentos.

E os números dizem lá as pessoas não morrem como moscas. Talvez eles estejam certos. E – se assim for – nós somos os tolos.

Sem aviso de recebimento.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.