A Proteção Civil de Trentino é o líder do projeto europeu TRACENET

Chama-se TRACENET, sigla para Training Center Network on 3D and VR, e é o projeto europeu liderado pela Proteção Civil do Trentino que visa desenvolver um sistema inovador de treino e exercício através de cenários 3D e sistemas de realidade virtual para operadores ativos no evento de emergência.
“Conseguir ter um método e preparação comuns entre operadores de diferentes países pode ser particularmente importante no caso de intervenções conjuntas”, comentou Stefano Fait, chefe do serviço de prevenção de riscos e centro único de emergência da Província. .

Projeto TRACENET – Um momento da reunião inicial [
Ufficio Stampa PAT]

Ontem e hoje em Trento, o encontro inicial que lançou oficialmente o projeto europeu e reuniu os seis parceiros do projeto: ao lado da Província Autônoma de Trento, a organização líder, também a Fondazione Bruno Kessler – o único parceiro tecnológico do projeto – o Departamento Italiano da Protecção Civil, da Cruz Vermelha Austríaca, da Agência Sueca de Protecção Civil e da Escola Nacional de Bombeiros de Portugal.

“É um projeto que nos vê como protagonistas ao lado de nossos colegas da Áustria, Portugal e Suécia – continua Fait -. O objetivo é criar uma rede de especialistas e organizações de proteção civil e gestão de desastres, compartilhando conhecimentos e habilidades e gerando inovação, também usando novas tecnologias, como a realidade virtual, para simular possíveis cenários de intervenção”.

A Fundação Bruno Kessler, envolvida na Unidade de Metrologia Óptica 3D liderada por Fabio Remondino, é o único parceiro tecnológico do projeto e será responsável pelo desenvolvimento de soluções tecnológicas, incluindo realidade virtual, que permitirão aos operadores dos vários serviços de Proteção Civil a experiência cenários de emergência, interagir online e planejar intervenções virtualmente.

O projeto obteve um financiamento de 458.696,29€ da União Europeia no âmbito do programa Mecanismo de Proteção Civil da União (UCPM), um sistema criado em 2001 para coordenar o socorro e a ajuda humanitária em caso de catástrofes cuja magnitude exceda a capacidade de resposta apenas dos afetados . país. Terá a duração de 24 meses, de janeiro de 2023 a dezembro de 2024.

(sr)



Fotos

Harlan Ware

"Aficionado por zumbis que gosta de hipster. Explorador típico. Defensor da cultura pop. Nerd de mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *