A turnê REDI HASA – MI-LORENTEGGIO.COM partirá de Turim em 19 de outubro

(mi-lorenteggio.com) Turim, 23 de setembro de 2022 – A turnê REDI HASA começará em 19 de outubro de Turim e continuará na Itália e nas principais cidades da Europa, apresentando ao vivo o novo projeto solo intitulado “My Nirvana”. O álbum – antecipado pelo single “SMELLS LIKE TEEN SPIRIT” lançado em 16 de setembro – é inspirado nas músicas do lendário grupo grunge que o artista sempre se inspirou e será lançado em novembro pela Decca/Universal, com produção pela Ponderosa Music Records.

Redi estará acompanhado de Valerio Daniele (guitarra e eletrônica) e antecipa o que esperar da nova live:

“Vou tentar ser o mais fiel possível ao ‘My Nirvana’ do ponto de vista musical.

Durante o show, haverá “janelas de improvisação” para colorir as músicas com nuances que vão do barroco ao jazz, ao grunge impressionista,

eletrônicos que terão um papel muito importante”

Dois anos depois de “The Stolen Cello” (2020), Redi Hasa finalmente retorna neste outono para apresentar seu segundo álbum como solista. Inspiradas – como o título sugere – nas músicas do Nirvana, as músicas do disco reelaboram as faixas mais significativas da carreira do famoso grupo grunge liderado por Kurt Cobain, desde seus primórdios no final dos anos 80.

Em “My Nirvana”, Redi Hasa reinventa as canções que marcaram um ponto de virada na história do rock mundial e assim as transforma através do som único e reconhecível do violoncelo em “polifonias instrumentais únicas”, em novos hinos de doçura e nostalgia . .

A partir de 19 de outubro, REDI HASA estará em turnê em clubes italianos e europeus: 19 de outubro – Circolo dei Lettere – TURIM; 20 de outubro – Sala Vanni – FLORENÇA; 23 de outubro Topo: Festival ggestiva – ROMA; 12 de novembro Estúdio Bozar – BRUXELAS; 19 de novembro Frankfurter Hof – MAINZ (Alemanha); 20 de novembro Unterfahrt – MÔNACO (Alemanha); 21 de novembro – Teatro Columbia – BERLIM (Alemanha); 22 de novembro – Kent Club – HAMBURGO (Alemanha); 23 de novembro – O Pôr do Sol – PARIS (França); 24 de novembro – Linecheck – MILÃO; 26 de Novembro – Casa da Música – PORTO (Portugal); 28 de novembro Milan Jazz Club – BARCELONA (Espanha). Bilhetes disponíveis nos principais circuitos de pré-venda.

Biografia de Redi Hasa

Violoncelista e compositor, Redi Hasa nasceu em Tirana em 1977 em uma família de músicos. Aos sete anos começou a estudar violoncelo, formando-se na Escola Virtuos de Música de Tirana e mais tarde na Academia de Artes de Tirana, onde se formou em 1998. No mesmo ano, ganhou uma bolsa de estudos para o “Tito Schipa” em Lecce, onde obteve um diploma adicional de violoncelo em 2007.

O talento de Redi Hasa é imediatamente perceptível no ambiente musical da Puglia, no qual ele é extraordinariamente capaz de se inserir construindo “polifonias monostrumentais” com seu violoncelo, com nuances folclóricas e o mais ousado da reinvenção da tradição.

Redi se expressa oscilando entre gêneros e colaborando com várias formações musicais existentes, como a Compagnia Delle Arti “Xanti Yaca”, uma das principais precursoras do Renascimento da música tradicional no sul da Itália e durante dois anos com o grupo Intillimani, ou com a Associação Cultural Manigold, com a qual em 2006 ganhou o “Arezzo Wave Love Festival” e foi finalista nacional no concurso “PrimoMaggiotuttol’anno”. Ele também colabora com Enza Pagliara, voz histórica do renascimento musical de Salento. Junto com o organista Claudio Prima, fundou o projeto “Adria” em 2005 e “Bandadriatica” em 2006, participando de importantes festivais e resenhas musicais por toda a Europa. Em 2008, integrou a equipa “Notte Della Taranta”, com os diretores artísticos Mauro Pagani, Ludovico Einaudi, Goran Bregovic e Giovanni Sollima.

Da colaboração com a cantora de Salento Maria Mazzotta, em 2010 nasceu a dupla “Hasa-Mazzotta”, um projeto que permite ao músico se expressar plenamente tanto como compositor quanto como arranjador. Em 2014 lançaram ‘Ura’, um disco que lança luz sobre as possíveis ligações entre os repertórios que navegam pelo Adriático, unindo os Balcãs e os Cárpatos com as regiões do sul de Itália.

Desde 2012, o pianista e compositor Ludovico Einaudi o convida para tocar nos discos “In A Time Lapse” (2013) e “Elements” (2015). A digressão “Elements”, em que Redi Hasa participará como violoncelista, vai levá-lo a atuar nos mais prestigiados teatros do mundo, como o Barbican em Londres, o Olympia em Paris, o Teatro Degli Arcimboldi em Milão.

Em 2017, participou de “Carry Fire”, décimo primeiro álbum de estúdio da voz do Led Zeppelin Robert Plant, que foi lançado em 13 de outubro. O álbum, gravado com Sensational Space Shifters, apresenta Redi Hasa no violoncelo em 3 faixas.

Entre outros, Redi Hasa também colaborou com Kocani Orkestra, Boban Markovic, Eva Quartet, Bobby McFerrin, Fanfara Tirana, Luciano Biondini, Roberto Ottaviano, Rita Marcotulli, Paolo Fresu, Antonella Ruggiero, Roy Paci, Raiz.

Discografia

Ludovico Einaudi “Underwater” – Ponderosa Music Records / DECCA (Reino Unido) – (2022)

Redi Hasa “The Stolen Cello” – Ponderosa Music Records / DECCA (UK) 2 (020)

Robert Plant “Carry Fire” (Nonesuch/Warner Bros) 2017

https://www.rollingstone.com/music/news/robert-plant-details-new-lp-carry-fire-hear-may-queen-w498411

Redi Hasa & Maria Mazzotta “Novilunio” – Ponderosa Música e Arte (2017)

Ludovico Einaudi, “elementos” – Ponderosa Music & Art (2015)

Ludovico Einaudi, “Em um lapso de tempo” – Ponderosa Music & Art (2013)

BandAdriatica, “The Band is Coming” – Finisterre / Puglia Sounds (2012)

Admir Shkurtaj Trio, “Gestos e Zoom” – Slam Records (2012)

Enza Pagliara, “Bona Crianza” – AnimaMundi (2012)

Duo Reverie, “Seasons” – Slam Records (2011)

Giancarlo Paglialunga, “T’Amai” – AnimaMundi (2011)

Il Viola di Maria, “Di Rosso e Di Blu” – AFQ Produzioni (2010)

Adria, “Penelope” – Violipiano (2010)

Dario Muci, “Mandatari” – AnimaMundi (2011)

Bandadriatica, “Maremoto / DVD Route To Otranto” – Finisterre (2009)

Salentorkestra, “Centueuna” – AnimaMundi (2008)

Ambrogio Sparagna e Orquestra Popular Italiana, “La Chiara Stella” – Parco Della Musica Records (2008)

Bandadriatica, “Contagio” – Finisterra (2007)

Manigold, “Extradição” – Manigold (2005)

Zoé, “Milagre” – Cantoberon (2003)

Xanti Yaca, “South of Nothing” – Music Planet (2003)

Irvette Townere

"Especialista em mídia social premiado. Viciado em viagens. Especialista típico em cultura pop. Analista vitalício. Amante da web."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.