Big tech, os “Faang” poluem mais que Portugal e Grécia

(Teleborsa) – Os Cinco Grandes Técnicos Americanos agora conhecido pela sigla “FANG”Facebook, Amazonas, Maçã, netflix E Google – ter consumido mais energia em um ano Portugal e Grécia. Um desempenho que definitivamente não é amigo do ambiente. Isto é de acordo com o observatório Esg Karma Metrix, apresentado pela AvantGrade.com em vista do Dia Mundial do Meio Ambiente.

A energia consumida pelas cinco grandes empresas americanas para operar data centers é igual a 49,7 milhões de megawatts-hora (MWh), maior de Portugal (48,4 milhões de MWh) e Grécia (46,2 milhões de MWh) e quase como a Romênia (50 milhões de MWh).

Em apenas três anosde 2018 a 2020, o consumo de energia é quase triplicou, passando de 16,6 para 49,7 milhões de MWh. No mesmo período, as cinco empresas emitiram 98,7 milhões de toneladas de CO2com um aumento de 17%, superando as emissões da República Checa (92,1) 2020.

Os mais virtuosos, no entanto, são Apple e Google que ao longo destes três anos deram sinais positivos de Redução de CO2 através de uma maior utilização de fontes de energia renovável e procure ativamente eficiência energética em seus data centers. De fato, o relatório cita o Global Carbon Project segundo o qual, se a Internet fosse uma nação, seria a quarta mais poluente do mundo.

(Foto: Victor Hanacek)

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.