Conselho da UE, hoje a cimeira. Três temas principais: Ucrânia, alargamento dos Balcãs, Comunidade Europeia

Hoje, quinta-feira, 23 de junho, o Conselho da UE abre em Bruxelas com uma cúpula puramente “geopolítica”. Há muitos temas em cima da mesa, principalmente três, o primeiro dos quais será concessão de estatuto à Ucrânia e à Moldávia países candidatos à adesão à União. Uma medida que deve ser “apoiada por todos os líderes”. Outra questão importante, os Balcãs Ocidentais e o alargamento. Finalmente, o terceiro ponto, a Europa alargada, sobre a proposta de Emmanuel Macron de criar uma comunidade política europeia.

Conselho da UE, Ucrânia adere à União Europeia no prato

A Ucrânia está, portanto, na mesa do Conselho com os países europeus que se preparam para apoiar a adesão à UE. Discurso diferente para o Geórgia no entanto, a Comissão assegurará uma “perspectiva europeia”. Aqui, o objetivo de Tbilisi deve ser cumprir as regras da UE e, ao mesmo tempo, realizar uma série de reformas que pode lhe dar o status de candidato. A mesma coisa que ele já perguntou Von der Leyen para Zelensky com justiça Além disso.

Para o presidente da Comissão, não há motivo para recuar porque “a história da nossa União é a história das jovens democracias que se fortalecem unindo-se. É a história do renascimento da Alemanha depois da guerra, a história da Grécia , Espanha e Portugal abandonando rapidamente a ditadura em favor da democracia”.

Segundo tema, os Balcãs

A outra questão importante é a dos Balcãs Ocidentais e do alargamento, que está a voltar à tona após vários anos. Um tema que preocupa Países da ex-Iugoslávia e Albânia à qual será consagrada uma cimeira ad hoc. Os líderes da Sérvia, Albânia e Macedônia do Norte também participarão. Uma cimeira em que os dois últimos países correram o risco de não receber O veto da Bulgária em Skopjie. Relações tensas devido à minoria búlgara na Macedônia. Para os países dos Balcãs, a questão da adesão à UE é legítima, uma vez que foram contornados pela Ucrânia.

Finalmente, uma vez que o terceiro assunto mais importante é o debate sobre uma Europa alargada. Um tema fortemente desejado pelo presidente francês Emmanuel Macron, que pede a criação de uma comunidade política europeia. A intenção seria também identificar os países chamados a ter relações mais estreitas com a União.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.