De Arrascaeta encanta mas não chega, a Coreia passa

Acabou Gana-Uruguaijogo interno ou externo.

Para se qualificar para a fase eliminatória da Mundo é nenhum dos dois times, a vitória do Coreia do Sul 2-1 contra Portugal. De Arrascaeta protagonista absoluto da partida com dois gols marcados aos 26 e 32 minutos. Uma desilusão difícil de aceitar, com as duas equipas a saírem na linha de partida com a obrigação de lutar pelo apuramento. O futebol também é bonito por isso, sempre consegue surpreender seus torcedores. Abaixo estão os relatórios de jogo.

BOLETIM DE GANA

Zigi 6: inocente pelos dois golos sofridos.
6: proposicional. Bom empurrão na ala direita do campo.
Amartey 5: desatento na fase de pontuação e leituras defensivas.
Salisu 6.5: negando um gol já marcado com uma defesa espetacular na linha do gol, o melhor da zaga.
Babá 5: pesadas responsabilidades na fase de marcação por ocasião do 0-1. Esperamos mais de um jogador com sua experiência.
festa 6: um metrônomo, ator discreto, mas essencial.
Abdul Samed 5.5: escondido atrás da sombra de Valverde, uma das principais causas da falta de jogo do time. (a partir de 72′ Kyereh 5.5: no mesmo comprimento de onda que Abdul-Samed).
J.Ayew 5: ausente sem desculpa, hoje terminou definitivamente o ciclo dos irmãos Ayew com a seleção nacional. (a partir de 46′ Suleiman 6.5: passeio e qualidade, simplesmente devastador).
bem feito 7: um corte acima de todos os seus companheiros. Claramente o melhor de sua equipe, fenomenal no 1vs1. (a partir de 90′ Fatawa sv).
A. sim 4.5: um fantasma. Pesa como uma pedra de erros de 11 metros com o resultado ainda em 0-0, um dos principais arquitectos da derrota da equipa africano. (a partir de 46′ Bukhari 5.5: entrada incorreta no campo).
Williams 5: previsível nos movimentos e nunca perigoso, claramente insuficiente. (a partir de 73′ Semenyo sv).

BOLETIM DO URUGUAI

Rochette 6.5: faz confusão na ocasião do pênalti mas responde como um campeão. Hipnotize Ayew e salve o resultado.
Varela 6.5: bem posicionado em campo, BC na ponta direita.
Camadas 6.5: limpo nos avanços e preciso na fase de ajuste.
Gimenez 6.5: nunca coloque em dificuldade.
Oliveira 6: arrumado e tecnicamente limpo.
Pellistri 6: desempenho sem infâmia e sem elogios. (a partir de 66′ DeLaCruz 6.5: manuseamento de bola muito bem feito).
Bentancur 6: desempenho linear, boa sorte com a lesão. (a partir de 34′ Fechar 6.5: banido da excelência, substitui Bentancur na melhor das hipóteses).
Valverde 7: Todos os propósitos. Os três melhores meio-campistas do mundo na atualidade, perfeitos para rolar o time.
De Arrascaeta 8: A escolha de Diego Alonso para largar de 1′ está dando frutos. Jogador de qualidade acima da média que soube encantar Brasileirao ao longo de sua carreira. Hoje abraço decisivo, um mistério que nunca aconteceu em Europa.
Nunes 5.5: o grande ausente. Uma nação inteira em seus ombros, ele não correspondeu às expectativas. (a partir de 80′ Canobbio sv).
Suarez 7.5: performances comoventes. Muitos o definiram como um jogador lesionado e hoje ele prova o contrário. Garra, qualidade e atendimento delicioso; nunca jogue com orgulho pistoleiro. (a partir de 66′ Cavani 6: mal servido).

Irvette Townere

"Especialista em mídia social premiado. Viciado em viagens. Especialista típico em cultura pop. Analista vitalício. Amante da web."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *