Dia Mundial dos Oceanos: 65% dos resíduos são plásticos no início da campanha “Nós e o mar”

ROMA – Centenas de mergulhadores voluntários mobilizados para “Nós e o Mar”vasta exploração de restauração do fundo do mar italiano organizado pelo terceiro ano consecutivo pela Guarda Costeira italiana e pelo projeto europeu Clean Sea Life por ocasião da Dia Mundial dos Oceanos, que se celebra hoje. Numerosos centros de mergulho irão operar em onze regiões costeiras para libertar marinas, áreas marinhas protegidas, áreas de interesse naturalístico e arqueológico de resíduos, enquanto o pessoal dos Comandos Territoriais e das cinco unidades submarinas das costas dos guardas florestais fornecerá o quadro fundamental de segurança para as atividades .

Curtiu isso, até 12 de junho, campanha vai recuperar resíduos do mar sólidos, plásticos e qualquer outro material poluente e cujos resultados se somarão às 20 toneladas de resíduos recuperados nas edições anteriores.

Entre os principais portos afetados pelo evento, para citar apenas alguns: no Adriático Chioggia, Trieste, San Benedetto del Tronto; Isola del Giglio, Porto Ercole e Ostia no Mar Tirreno, bem como Oristano e Catania. “A campanha ‘Nós e o mar’ – sublinha o porta-voz da guarda costeira Como Nicastro – vê o pleno envolvimento da sociedade civil nas atividades de proteção ambiental e, através das grandes quantidades de resíduos valorizados, mostra o quão crucial é o impacto do homem na saúde do mar”.

Clean Up the Med em 17 países, na Itália com a Legambiente

o 65% de resíduos encontrados nas praias de Mediterrâneo consiste em plástico: pontas de cigarro, garrafas e frascos, seguidos de rolhas, copos e fragmentos heterogêneos. Luvas, máscaras ou resíduos ligados à má gestão dos equipamentos de proteção individual foram encontrados em mais de 45% das praias limpas (na Grécia em maior quantidade, mas também presentes na Argélia, Croácia, Líbano, Itália e Espanha). Por ocasião do Dia Mundial dos Oceanos 2022, instituído pela ONU e dedicado este ano ao tema “Revitalização Coletiva do Oceano”, 8 de junho, A Legambiente anunciou os dados recolhidos durante a 29ª edição do Clean Up The Med, a versão mediterrânica de Clean Beaches and Seabeds, que decorreu no fim de semana de 13 a 15 de maio.

eles foram limpos 23.750 quilômetros praias e culturas 1.176 kg de resíduos. Cem organizações de 17 países que aderiram à edição de 2022: Itália, Albânia, Argélia, Croácia, Chipre, Egito, França, Grécia, Israel, Líbano, Líbia, Malta, Marrocos, Portugal, Espanha, Tunísia e Turquia. Mais de 600 voluntários, com idades entre 8 e 70 anos, participaram das atividades de limpeza, realizadas em 20 praias localizadas próximas aos centros urbanos, e possibilitaram a coleta de 200 sacos de lixo, ou mais de 1 quintal no total.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *