Doze estrangeiros no início França ainda são super favoritos

A França sempre será a seleção a ser vencida no próximo Giro della Lunigiana. Os vencedores transalpinos do ano passado com Lenny Martinez estão, de facto, mais uma vez entre os favoritos da 46ª edição da prova internacional de ciclismo reservada à categoria de Juniores, agendada para quinta-feira, 1º a domingo, 4 de setembro. As Regiões Italianas competirão com 16 representantes e a empresa organizadora Casano montará o Representante Lunigiana com seus atletas. São 12 estrangeiros: além da França e Noruega já registrados há algum tempo, Alemanha, Bélgica, Ucrânia, Eslováquia, Eslovênia, Polônia, República Tcheca, Sérvia, Colômbia, Portugal.

Por outro lado, não haverá seleção italiana, pois o técnico Dino Salvoldi preferiu enfrentar o importante encontro com os melhores, vestindo as cores de seus respectivos representantes regionais. Uma escolha que priva o grupo do charme da camisola Azul mas que certamente tornará a prova ainda mais emocionante do ponto de vista competitivo.

As seleções da Bélgica, Colômbia, França, Alemanha, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Sérvia, Eslováquia, Eslovênia e Ucrânia vão disputar a cobiçada camisa verde. Os representantes regionais de Abruzzo, Campania, Emilia-Romagna, Friuli, Venezia Giulia, Lazio, Liguria, Lombardy, Marche, Piemonte, Puglia, Sadegna, Sicília, Toscana, Sardenha, Sicília, Toscana, Trento, Umbria, Veneto e Lunigiana. Na quarta-feira, 31 de agosto, às 18h30, o desfile de apresentação da equipe será realizado na orla marítima de Lerici, a partir de quinta-feira, partindo de Portofino pela primeira vez na história da corrida, chegando via Chiodo em Spezia.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.