eles convencem com muitas, poucas avaliações negativas

MilanNews.it

© foto por www.imagephotoagency.it

Com o treino conjunto da manhã de ontem contra o Pergolettese, em Milanello o resultado final foi 7-1 para os rossoneri, o Milan cumpriu os compromissos desta pré-temporada. Os atuais campeões italianos, que começaram em 4 de julho, enfrentaram Lemine Almenno, Colônia, ZTE, Wolfsberger, Marselha, Vicenza e Pergolettese: seis vitórias e uma derrota, 27 gols marcados e 6 sofridos. O técnico Pioli buscava respostas da equipe diante da estranha e difícil temporada da próxima temporada, e as conseguiu: as várias saídas dos rossoneri mostraram um grupo que metabolizou completamente as ideias do técnico emiliano. Theo, Rebic, Leão e seus companheiros mostraram que sabem se encontrar de cor: como sempre, a equipe respondeu em campo a várias histerias e inseguranças de origem incerta: o Milan é forte e vai competir em alto nível novamente neste ano.

QUEM CONVENCEU – O jogo, os esquemas, as ideias e a coesão foram os principais protagonistas: aspectos também reforçados pela boa forma dos muitos protagonistas que entraram em campo. A começar por Giroud, herói do dérbi e de Reggio Emilia: o francês mantém o sentimento com o gol na liderança, quatro gols marcados entre todos os amistosos. O francês também quer ser protagonista no próximo campeonato. A condição física de Theo Hernandez é incrível, pois ele parece nunca ter parado daquele incrível lado a lado contra a Atalanta. O lateral parece estar no topo já, os vários dólares a todo vapor para o campo ainda impressionam. Messias também muito bem, tendo começado a treinar no Milanello desde o primeiro dia, parece estar muito mais focado. Bombardeiro inesperado desta pré-temporada, ele marcou quatro gols, incluindo um verdadeiramente magnífico contra o Marselha. Leão também continua perigoso: o português continua a sentir o golo. Pioli e seus companheiros esperam ainda mais, ele está trabalhando duro para não decepcionar as expectativas. Também foi bom ver Ante Rebic novamente, especialmente como atacante móvel: o croata precisa resgatar a temporada cinzenta do ano passado, os primeiros sinais são animadores. O entendimento entre Tomori e Kalulu continua excelente, com eles a defesa dos rossoneri é sólida: eles têm características que combinam bem com a alta pressão que Pioli quer colocar. Observe também as excelentes atuações de Gabbia, sempre no local quando é questionada, alguns flashes de qualidade de Diaz, belo e autor de notáveis ​​passes decisivos e a inveja de Adli, que já intrigou o mundo rossonero por sua grande qualidade. . . Pouco espaço, é claro, para De Ketelaere: os torcedores rossoneri ainda terão muitas chances de conhecê-lo durante a temporada, enquanto ele marcou um hat-trick contra o Pergolettese.

CLASSIFICAÇÕES NEGATIVAS – As classificações negativas foram muito poucas. Certamente a primeira meia hora contra a ZTE, diante de entusiasmo, ideias e má determinação, mas felizmente acabou sendo um caso isolado. Em seguida, o problema de Sandro Tonali: desconforto no flexor sofrido durante o amistoso em Vicenza. Felizmente, os exames que ele fez esta manhã descartaram danos musculares. Por fim, o desempenho de Bakayoko: os franceses continuaram em linha com o ano passado. Parece um peixe fora d’água, cada jogo é uma confirmação: pouco tem a ver com o futebol de Pioli. Ballo-Touré também não parece estar ao nível do plantel ainda, mas comparado com o número 14 parece mais ‘recuperável’.

CONCENTRAÇÃO – Agora a liderança é inteiramente da Udinese. Última semana de trabalho no Milanello antes do início da Série A: início às 18h30 de sábado, 13 de agosto, contra os Friulianos os rossoneri iniciarão a temporada 22/23 com o Scudetto, para defender, no peito.

Irvette Townere

"Especialista em mídia social premiado. Viciado em viagens. Especialista típico em cultura pop. Analista vitalício. Amante da web."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.