Eurovisão 2022, Ucrânia vence com a Orquestra Kalush: “Para o nosso povo”. Laura Pausini amarela, desaparece de cena durante votação: “Estava muito animada” (FOTO)

A Ucrânia vence o Festival Eurovisão da Canção com a Orquestra Kalush.
Esta é a transmissão ao vivo da noite: um show impecável, entusiasmo renovado do público italiano por este evento, que nunca teve tanta participação.

Com a mistura de Laura Pausini destaque na final doFestival Eurovisão da Canção 2022. A cantora, apresentadora da ocasião ao lado de Mika e Alessandro Cattelan, abriu o episódio cantando alguns de seus sucessos: ‘Benvenuto’, ‘Io Canto’, ‘La Solitudine’, ‘Le cose che vivi’ e a última música ‘Box’ (alternando italiano, espanhol e inglês). Para suas mudas de roupas desenhadas por Donatella Versace, como ele anunciou no Instagram. Também no palco com Laura Pausini Paulo Carta, guitarrista e parceiro de vida. Após o medley de Laura Pausini, começa a competição musical: o República Checa com “Lights Off” (de We are domi), para seguir o Romênia com “Llàmame” (por Wrs), e novamente o Portugal com Maro cantando “Suadade, suadade”, a Finlândia com “Jezabel” (do Rasmus) e o suíço com “Boys do cry”, cantada por Marius Bear. Seguindo o primeiro de cinco grandes: a França com “Fulenn” de Alvan e Ahez. então cantores noruegueses do Subwoofer cantando “Give that wolf a banana” então oArmênia com Rosa Linn cantando “Snap”. Nona música da competição, durante a noite final do Eurovision Song Contest, “Chills” de Mahmood e Blanco. A dupla, que subiu nas paradas italianas após sua vitória no Festival de Sanremo 2022, encantou o Turim Pala Alpitour que cantou a música do início ao fim. A execução não é perfeita, o desempenho foi – como sempre – emocionante e envolvente. “Obrigado Turim”, gritaram os dois cantores ao final da apresentação e após um abraço libertador. Está em espanha cna Chanel cantando “Slomo” (“por Jennifer Lopes“, assim o define ao vivo no Rai 1 Cristiano Malgioglio). Então eu Holanda com S10 cantando “De Diepte”. Tanta espera peloUcrâniaque faz todos dançarem com Stefania, cantada por Orquestra Kalush. Ao final da apresentação, um chamado do grupo para ajudar a Ucrânia e Mariupolseguido de aplausos dos espectadores presentes.

Então é hora de Malik Harris cantando Rockstars, para seguir o Lituânia com Monika Liu cantando Sentimentai. É sempre Nadir Rustamli com “Fade to Black” e Jeremias Makiese com “Miss You”, respectivamente do Azerbaijão e da Bélgica. Após um breve intervalo comercial, retoma com a Grécia: “Die Together”, cantada por Amanda Tenfjord. Depois do Stystur (Islândia) cantam “Med Haekkandi Sòl” enquanto o Moldávia é representado pelos irmãos Zdob si dzub e advahov cantando “Trenuletul”. Cornélia JacobsSueco, canta “Hold me close” enquanto Sheldon Riley representa oAustrália com “Não é o mesmo”. Ele vai para as últimas apresentações. Mas primeiro uma homenagem à música italiana. Laura Pausini canta “No azul pintado de azul” de Domenico Modugno a cappella. E com ele toda a arena. O evento termina aqui Polôniaa Sérvia e aEstônia. Respectivamente Ochman canta “River”, Konstrakta canta (por assim dizer) “In corpore sano” e finalmente Stefan canta “Hope”. Início das votações: quem será o país vencedor?

Mas voltando ao vivo. Sim, porque cabe aos super hóspedes decidirem: os Maneskins. A banda romana se apresenta ao som do single “modelo“. Quando Alessandro Cattelan pedindo conselhos para seus colegas da Eurovisão, Damiano lembra ironicamente do “crime” do ano passado: “Divirta-se e não se aproxime muito das mesasAntes da recuperação “If I can dream” (o Maneskin de fato estará na trilha sonora da aguardada cinebiografia de Baz Luhrmann sobre Elvis Presley), o líder do grupo tranquiliza o público sobre seu estado de saúde (ele manca e sente-se obviamente de dor), de fato confirmando o acidente ocorrido durante as filmagens.

Seguem dois momentos emblemáticos: a atuação de Gigliola Cinquetti com “I’m not old (to love you)” (com a qual ganhou o Festival Eurovisão da Canção em 1964) uma mistura de Mika. Público em êxtase. A cantora nascida em 1983 literalmente comeu o palco. Mais Mika, por favor.. Durante a distribuição de votos pelas diferentes nações, Alessandro Cattelan e Mika continuam o show. Ausente da cena, de repente, Laura Pausini. Na web, muitos estão se perguntando o que aconteceu. Para revelá-lo, é ela mesma que, voltando após alguns minutos, declara: “Desculpe-me, eu estava muito animada para a noite”. O que aconteceu?

O país vencedor é a Ucrânia com “Stefania” cantada pela Orquestra Kalush. A classificação final do Eurovision Song Contest 2022, na ordem anunciada pelos maestros, é a seguinte. 25) Alemanha 24) França 23) Islândia 22) República Tcheca 21) Finlândia 20) Armênia 19) Bélgica 18) Romênia 17) Suíça 16) Azerbaijão 15) Austrália 14) Lituânia 13) Estônia 12) Polônia 11) Holanda 10) Noruega 9 ) Portugal 8) Grécia 7) Moldávia 6) Itália 5) Sérvia 4) Suécia 3) Espanha 2) Reino Unido e 1) Ucrânia.

“Nossa coragem impressiona o mundo, nossa música conquista a Europa” exulta o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, em um post em sua página no Facebook. “No próximo ano, a Ucrânia sediará a competição pela terceira vez em sua história. Faremos de tudo para que Mariupol seja a cidade-sede”, completa. Os dirigentes da UE, começando pelo Presidente da Comissão, também saudaram a vitória da Orquestra Kalush Ursula von der Leyen: “Esta noite sua música conquistou nossos corações – ele twittou – Nós celebramos sua vitória em todo o mundo. A UE está convosco”, Presidente do Conselho da UE Carlos Michel ele citou algumas linhas da música vencedora, Stephanie: “Eu sempre encontrarei o caminho de volta, mesmo que todas as estradas sejam destruídas”.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.