excelente estreia de Giada Luppi, tripla azul em Solo Dance – OA Sport

A aventura internacional de Giada Luppi no campo Sênior começou em grande. O atleta bolonhês venceu claramente a segunda etapa docopa do mundo de patinação artística 2022competição itinerante de patins, organizada em Paredes, Portugal.

Aluno de Raffaello Melossi, já no comando após o curto programa, liderança consolidada em oferecendo entre os diferentes elementos dois laços triplos, combinados respectivamente com o triplo salchow com o laço duplo, um eixo duplo e um salchow triplotambém anexado ao laço do dedo do pé duplo.

Receba o maior feedback sobre os componentes do l‘Azzurra ganhou, portanto, o total de 179,32ultrapassando os portugueses por mais de trinta comprimentos Marianne Almeidasegundo com 148,67 à frente do ibérico Ana Abadterceiro com 119,83. Quinto então Ludovica Riccardo que, após uma curta falta, recuperou posições ao recolher o terceiro livre e colocar-se na quinta posição com 114,98.

Patinação artística: os grupos de espetáculo e precisão inauguram os Italian Roller Games 2022. Que espetáculo em Montichiari!

No campo dos homens, boa sorte para o dono Diogo Craveirovencedor da corrida com 223,97 depois de ter faz um livre com alto conteúdo técnico, marcado por uma combinação inaugural com três saltos triplos, nomeadamente triple flip / nj / triple toe loop / thoren triple salchow, atingindo o alto total de 223,97. Todos os outros concorrentes estão abaixo de 200: de Tim Schibertsegundo com 196,58, um Diogo Nogueraterceiro com 142,83.

Hat-trick todo italiano então em dança solo masculinaonde era para ganhar Giovanni Piccolantonio que, graças à vantagem obtida no estilo, conseguiu se defender com 135,69 dos ataques de Giorgio Casella, este ano subiu com pancadas e colocou-se no lugar de honra com 133,83 e o melhor livre. Terceiro lugar então para o titular do título Júnior Francesco Barlettecriador de um primeiro nível.

Na prova feminina, por outro lado, ela ficou em primeiro lugar Carlina Castro com 125,78, desfrutando de mais um passe vazio no estilo do dinheiro mundial Emilie Zimermannficou como em Trieste atrás no segmento curto e depois se recuperou no livre até encontrar o segundo lugar com 122,48 na frente Inês Castelo (118.18). As contusões estão um pouco distantes Elk Balzaniquinto com 109,65, ed Emily Parmadécimo com 94,49.

Então casais sem problemas: nas da dança pensaram em ganhar a cabeça Ilaria Golluscio-Samuele Stasi com 131,00 radical Luisa Gallozzi – Andrea Lo Guerciosegundo com 119,37, quatorze pontos a mais que os alemães Lisa Welik – Michael Suarez (106.15). Nas boas estreias artísticas dos campeões do mundo júnior Alice Piazzi – Alessandro Bozzinicapaz de se contentar com 134,45 Caterina Locuratolo-Aldo Rrapushi (130,54).

Finalmente, para mencionar o que foi feito por dois atletas muito jovens (categoria cadete) destinada a se tornar ao longo do tempo duas verdadeiras lendas desta disciplina; falamos portugues Madeleine Costa – o fenómeno da Madeira seguido também pelo treinador azul Massimo Giraldi, nesta ocasião autor de duas actuações com que tocou em facilidade os 200 pontos (193,74) – e um pouco de espanhol Guilherme Gomezque contou com itens de qualidade totalizando 216,92.

A terceira etapa da Copa do Mundo de Patinação Artística acontecerá em Assunção, Paraguai, de 14 a 19 de junho de 2022.

Foto: Raniero Corbelletti (cortesia da World Skate)

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.