expedição de caça se transforma em massacre, com mais de 500 animais mortos

Indignante é a gigantesca viagem de caça numa floresta em Portugal, durante a qual 12 caçadores mataram 540 veados e javalis.

Uma caçada na mata da Azambuja, em Portugaltornou-se um abate de animais, com 540 exemplares mortos entre veados e javalis. A dimensão arrepiante da viagem de caça é claramente visível nas imagens que circularam nas redes sociais, provocando indignação em todos os lugares.

Claramente os caçadores ficaram encantados com o resultado, possivelmente feito para dar lugar a um enorme parque de energia solar a ser construído na área, apesar de ser reconhecido como reserva ecológica, segundo a mídia portuguesa. . 16 caçadores que realizaram o massacre, e muitos deles se gabaram da empresa nas redes sociais.

O ministro do Ambiente de Portugal, João Pedro Matos Fernandes, disse estar indignado com uma medida que qualificou de “crime ambiental a ser levado à justiça”, explicando que tudo indica que o episódio não teve, de facto, “nada a ver com a caça, entendida como prática que pode contribuir para a manutenção da biodiversidade e dos ecossistemas”.

[Fonte: Open]


Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *