Expo Dubai: tecnologia conta a herança da Sicília com iHeritage – EXPO 2020

(ANSA) – DUBAI, 10 DE JANEIRO – Novas tecnologias imersivas ao serviço do património cultural siciliano e mediterrânico, para criar uma plataforma de sítios da Unesco ao serviço da promoção turística em toda a bacia. Este é o coração do projeto de cooperação internacional iHeritage, apresentado ao público da Expo 2020 Dubai esta manhã no pavilhão italiano durante uma conferência na qual as tecnologias de realidade aumentada, realidade virtual e realidade mista graças às quais o material e imaterial da UNESCO os países da bacia mediterrânica (Itália, Egipto, Espanha, Jordânia, Líbano, Portugal) serão aproveitados de forma inovadora. A conferência reuniu o conselheiro regional de turismo, esporte e entretenimento Manlio Messina, os gerentes de projeto para a região da Sicília, Rosalia Giambrone e Daniele Licciardello, o criador do projeto e diretor operacional da associação Circuito Castelli e Borghi Medioevali , Lucio Tambuzzo , a coordenadora de projetos da Universidade de Palermo – Departamento de Arquitetura, Professora Rossella Corrao.

iHeritage foi escolhido pelo Departamento de Turismo da Região da Sicília no âmbito do tema “Semana de Viagens e Conectividade” na Expo Dubai como o projeto mais inovador para a valorização do patrimônio cultural. No pavilhão italiano, os mosaicos da Villa del Casale na Piazza Armerina, os da Catedral de Monreale e Cefalù, da Capela Palatina do Palácio Real de Palermo, bem como os achados do parque arqueológico de Neapolis em Siracusa ou do sítio arqueológico da área de Morgantina em Enna, ganham forma na sala Accademia onde foi montada uma instalação imersiva na qual os visitantes podem caminhar sobre um piso coberto de espelhos, imersos no aroma de frutas cítricas.

A instalação, com curadoria da arquiteta Laura Galvano, é dedicada aos locais da Unesco da Sicília pelos artistas Dario Denso Andriolo e Francesco Ferla com música de Cristian Viviano.

“Trazer o projeto iHeritage para Dubai é motivo de orgulho, mas também uma demonstração de como a colaboração e a cooperação podem certamente produzir projetos muito eficazes”, disse Manlio Messina. “Em um período difícil como o que estamos vivendo ligado à emergência da pandemia, acho que é o melhor momento para falar sobre novas tecnologias e projetos para desenvolver e dar novas respostas a um setor que foi drasticamente afetado. turismo”.

“O iHeritage está entrando no cenário mundial na Expo 2020 Dubai, onde temos a oportunidade de mostrar todos os produtos de realidade aumentada, realidade virtual e realidade mista que o projeto criará e nos dará a oportunidade de aproveitar os sites da UNESCO de Sicília e o Mediterrâneo, das Pirâmides do Egito a Petra, em um novo tom”, sublinhou à margem Lucio Tambuzzo. “É absolutamente necessário usar essas tecnologias, também para ter uma melhor interpretação dos nossos sites e entender como eles eram no passado e o que eles querem nos dizer”.

“Esta instalação pretende representar em poucos minutos quais são os recursos culturais, atrativos e artísticos ligados à Sicília, e queremos que o visitante da exposição, e futuro usuário dos nossos recursos, viva uma experiência imersiva vivenciando a magia do nosso terra por um momento”, sublinhou Lucia Di Fatta, Gerente Geral do Departamento de Turismo da Região da Sicília. “Na Expo Dubai, trouxemos um grande caleidoscópio onde apresentamos a Sicília para atrair visitantes, convidando-os a vir à nossa ilha”, Laura Galbano disse à margem: “Normalmente estamos acostumados a ver a Sicília com imagens do mar, mas há muito mais, muita cultura e muita beleza. Desta vez, trouxemos detalhes, como mosaicos, que talvez não pudessem ver de perto. Você entra nesta instalação e quase toca sua mão”, apontou. (MANUSEIO).

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.