GSH Trissino vence a Taça Euroliga de Hóquei em Patins em Portugal

Depois de Follonica Hockey, GSH Trissino também conquista a maior competição europeia de clubes de hóquei em patins, quebrando a supremacia portuguesa, espanhola e catalã. Sede das “últimas quatro” Torres Novas em Portugal que os romanos fundaram como Nova Augusta.
Nas semifinais de ontem, o Trissino blucelesti venceu a outra equipe italiana, Gamma Innovation Sarzana, por 4 a 0. A força da equipa de Vicenza estava na precisão do remate à baliza: a estrela disputada internacionalmente, o jovem Vicenza Giulio Cocco, depois os seus companheiros Manuel Garcia e João Pinto bisaram.

A FINAL 4-4: AS PENALIDADES DECIDEM
Na final, a partida opôs o Berici del Trissino aos ibéricos do DC Valongo (Portugal), equipe considerada imbatível e contra a qual foi servida toda a experiência internacional dos jogadores locais do Vale do Agno.
O Valongo, constituído por um plantel particularmente jovem, bateu no sábado outra equipa portuguesa composta por veteranos, o Tomar.

No domingo, 15 de maio, no templo de hóquei de Torres Novas, Trissino e Valonga empataram no tempo regulamentar a 4-4. Na rede para os venezianos Andrea Malagoli com dois gols, Davide Gavioli e o campeão de sempre Giulio Cocco.
Para os lusitanos na rede Diogo Barata, bis da Ponte Facundo, e golo de Facundo Navarro.
Valongo abriu 3 a 2 no primeiro tempo, no segundo tempo os blucelesti se recuperaram e empataram.
Sem gols nos acréscimos. Nos pênaltis, os venezianos venceram por 3 a 1. O resultado final é 7-5 que dá a taça europeia mais importante para os clubes, a da Euroliga, precisamente aos blucelesti do Oeste Vicentino treinados por Alessandro Bertulucci.

GSH Trissino é Campeão Europeu 2022 (foto de Antonio Lopez-WSE para FSR)

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.