Inédito: investigação sobre a saúde do futsal italiano. Com Daniele Perrini

Estrategista do Puglia futsalmercato: ‘Quando as escalações estavam cheias de jogadores de ponta, ninguém queria planejar’

Nunca visto antes. É um sentimento comum. Como se aquele ao virar da esquina estivesse destinado a se tornar lá época do divisor de águas, entre um primeiro feito de altos e (muitos) baixos e um depois exuberante, florescente e estável. Uma espécie de ano zero. A vaga suspeita nos é dada pelos muitos jogadores de ponta, jovens e velhos, que escolhem a Itália (como nunca antes). E, sobretudo, o interesse concreto que Céu continuar a mostrar para a nossa disciplina, com um ao vivo semanalmente em dobro nunca fomos capazes de desfrutar no passado. A favor ou contra, possibilidade ou negação: a verdade interessa a todos porque cada modo de vê-la pode nos oferecer preciosos pontos de comparação. Então, vamos embarcar juntos nesta longa jornada formativa. A quinta indicação, depois de Andrea Rubei (AQUI), o lema de Danilo (AQUI), Nicola Giannattasio (AQUI) e Francesco D’Ario (AQUI) e com Daniele Perrini.

PRODUTO LOCAL ESQUECIDO -“Sinceramente, acho que nos últimos dez anos o nível técnico na Itália não aumentou nada. Memória de listas cheias de estrelas e jogadores importantes, de clubes cheios de futebolistas que vieram para a Itália no auge de suas carreiras. Na minha opinião, portanto, não fizemos um bom trabalho para garantir que também haja um crescimento do produto local nesse período. Sempre vivemos o momento de um ou outro empreendimento, dependendo dos recursos financeiros disponíveis. Nós nunca pensamos em programação“.

FUTSALTV E O SETOR JUVENIL -“Quanto ao discurso da Sky, devo dizer que estou feliz porque de qualquer forma em termos de imagem é uma vitrine muito boa. Mas como estamos falando de um esporte de nicho, ao fazê-lo, estamos tornando-o ainda mais nicho. Se dependesse de mim, em suma, tentaria torná-lo o mais popular possível. Minha humilde opinião. Portanto, o FutsalTv é uma excelente iniciativa que, de fato, pode ser usada para garantir que todos possam acessar o produto futsal. Só espero que essas novas regras encorajem as empresas a investir mais nos setores da juventude do que na amostra individual. Então fica claro que, se houver uma chance de gastar, é bom que ele o faça, talvez trazendo os jogadores mais fortes em circulação para a Itália.“.

Henley Maxwells

"Solucionador de problemas. Criador certificado. Guru da música. Beeraholic apaixonado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.