Mais de 4.000 carros de luxo pegam fogo no Oceano Atlântico

Mais de quatro mil carros, incluindo mil Porches e quase duzentos Bentleys, incendiaram-se ao largo do Oceano Atlântico, a poucas centenas de quilómetros da costa portuguesa. Os veículos estão dentro de um cargueiro, o Felicity Ace, à deriva depois que a tripulação a bordo foi forçada a fugir após um grande incêndio.

O navio, que deixou o porto de Emden, na Alemanha, em 10 de fevereiro e deveria chegar ao porto de Davisville, nos Estados Unidos, em 23 de fevereiro emitiu um sinal de socorro indicando a presença de um incêndio em 16 de fevereiro cujas causas ainda não foram conhecido.

Depois que o fogo começou no porão, ele se espalhou e forçou os 22 tripulantes a abandonar o navio. De acordo com a Marinha Portuguesa, a tripulação foi imediatamente socorrida e levada para um hotel local em segurança. Nenhum socorrista ou tripulante ficou ferido durante a operação. No momento do acidente, o Felicity Ace estava a cerca de 170 km das ilhas dos Açores, uma região autónoma de Portugal. Atualmente, o navio é escoltado pela Marinha Portuguesa que está a tentar extinguir o incêndio, para que possam ser avaliadas e determinadas as causas e consequências do incêndio. No momento, ainda não se sabe qual é a real extensão dos danos, mas tentaremos calculá-lo nas próximas horas, explica. O jornal New York Times.

Em uma comunicação oficial aos clientes afetados, a Porsche disse que estava ciente do acidente envolvendo Felicity Ace, que na verdade transportava certos modelos da Porsche, e que os revendedores forneceriam mais informações assim que tivessem mais informações.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.