Mattarella: “Nós com a Ucrânia, o futuro da Europa está em jogo” – Política

O Presidente da República, Sergio Mattarella, está em Braga, Portugal, para participar da reunião da Cotec. É um fórum dedicado à integração europeia e prevê a participação de Chefes de Estado de Espanha, Itália e Portugal. Além de Mattarella, estão presentes o Rei de Espanha Felipe e o Presidente de Portugal Marcelo Rebelo de Sousa. O tema desta sessão é dedicado à inovação e tecnologia na Europa.

“A devastação de lugares no coração da Europa, as vidas despedaçadas, o ataque à liberdade e independência de um país, que imaginávamos pertencer a um passado distante. Estamos do lado das razões do povo da Ucrânia e, como o destino da Europa está em jogo, parece mais necessário do que nunca ter a coragem de olhar para o futuro, de imaginar como a cultura pode ser um veículo para a paz”, afirmou. Mattarelle falando em Braga, Portugal durante a reunião da Cotec. “Sempre consideramos a cultura como um motor de crescimento, pesquisa e desenvolvimento. Acredito que é impossível pensar no futuro da humanidade sem imaginá-la conectada ao mundo da inovação e da tecnologia. Um futuro em que tecnologia e inovação não sejam apenas a serviço de sistemas de armas cada vez mais destrutivos, mas voltados para o progresso da humanidade. Inovação e tecnologia são dois elementos que impulsionam com força esta fase de nossas vidas e acredito que, se bem administrados, podem atuar como multiplicadores de conhecimento e força motriz do crescimento.” “Nossos países – mais tarde chamados Mattarella – são guardiões de imensas heranças culturais; eles mesmos refletem os eventos históricos que os caracterizaram. Eles formam a base para evitar que os valores sobre os quais nossa civilização européia se desenvolveu sejam distorcidos. A cultura é um capital no qual se enxerta o nosso ser comunitário. É o capital que nos permite iluminar o nosso caminho. É um capital que nos permite ancorar firmemente as nossas identidades”.

“Estou cada vez mais convencido de que devemos acelerar para a conquista de uma” soberania europeia “também no que diz respeito ao campo tecnológico – acrescentou Mattarella -. A crise da pandemia e a crise produzida pela guerra nos dizem como a cooperação é fundamental “Nossa competitividade e nossa capacidade de garantir aos nossos concidadãos uma sólida estrutura de segurança dependem da inovação. É essencial que a União Europeia adquira autonomia estratégica”. A ilha de Procida é a “capital da cultura italiana” e “o lema que eles escolheram é ‘a cultura não é uma ilha’. Espero que, num contexto internacional tão difícil, o possamos fazer nosso, para reafirmar os fios que unem os povos europeus entre si, que não podem falhar, por causa daqueles que recorreram à brutalidade da violência e da guerra”.

“Senhor Presidente, quero manifestar-lhe a grande alegria sentida pelos portugueses por terem aceite servir o país por mais alguns anos”. Foi com estas palavras que o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, abriu a sua intervenção no encontro da Cotec.

Beowulf Presleye

"Extremo fanático por mídia social. Desbravador incurável do twitter. Ninja do café. Defensor do bacon do mal."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *