Otávio e Diogo Jota decisivos

PORTA – O Portugal arrisca mas vence a Turquia por 3-1 e continua a sua corrida para o apuramento para o Mundial do Qatar 2022. No estádio do Dragão os lusitanos dominam a primeira parte ao encontrarem os golos de Otávio e Diogo Jota. No segundo tempo, porém Yilmaz encurtar distâncias. Na derradeira pênalti para a Turquia que no entanto Yilmaz está errado acertar o travessão. Finalmente a rede do Matheus Nunes termina o jogo: Portugal vai desafiar a Macedônia para se classificar para a Copa do Mundo.

Portugal-Turquia, relatório de jogo e estatísticas

Portugal lidera imediatamente com Otavio e Diogo Jota

Desafio decisivo para Porto Dragão entre Portugal E Peru. Os lusitanos após o mata-mata com a Sérvia no último dia fecharam a pré-eliminatória do Mundial como vice-campeões, encontrando-se assim nos playoffs, enquanto a Turquia fechou seu grupo atrás da Holanda. Fernando Santos apoia-se no tridente composto por Cristiano RonaldoOtavio e Diogo Jota enquanto Kuntz se concentra no casal formado por Yilmaz e o ex-Roma Abaixo decom Calhanoglu no meio do campo. Ritmos baixos nos primeiros minutos, as equipes se estudam. A partida começa às 11′ com o centro na zona de Bruno Fernandes, Diogo Jota ele chega em uma divisão, mas a bola acaba contra o barra. Os anfitriões se aquecem e começam a correr para a frente e logo encontram o gol que abre o jogo: aos 15′ Bernardo Silva chuta de longe e acerta a trave, a bola quica e chega primeiro Otavio que responde na rede ultrapassando Cakir. A Turquia reagiu criando duas excelentes oportunidades de cabeça de Kutu e atirando no limite Kokku. Corrida mais animada do que nunca com oportunidades de ambos os lados e também faíscas no meio-campo entre Diogo Jota e Celik com o árbitro obrigado a intervir. No final do primeiro tempo (42′) Otavio deixa o centro partir da borda, Diogo Jota escapa a Kabak e encontra a liderança para o 2-0. Assim voltamos ao balneário com a dupla vantagem dos Lusitanos.

Assista a galeria

Portugal, o sonho do mundo continua: Yilmaz, grande penalidade e Turquia ko

Yilmaz marca e perde o pênalti do empate na final

Imediatamente agressivo Portugal no segundo tempo, em busca do nocaute. Aos 48′ Bernardo Silva controla a bola e chuta da borda, Cakir intervém e salva o resultado. Os Lusitanos estão no controle total do jogo, com os ataques de seu tridente assustando seus oponentes. Surpreendentemente, porém, a Turquia reagiu e fechou a diferença: aos 66 minutos Under lança Yilmaz que não se engana na frente de Costa e reabre o jogo. O gol dá confiança aos visitantes que correm para o empate, mesmo os anfitriões continuam pressionando para aumentar a vantagem com otávio que aos 75′ acerta a baliza adversária com um cabeceamento. Aos 78′ tenta Abaixo de à distância com um tiro redondo, mas sua conclusão é encontrada na parte inferior. A Turquia continua pressionando e aos 82 minutos o jogo dá uma virada incrível: suposta falta de Fonte na Unal na área, mas o árbitro deixa passar, mas logo depois ele é chamado de volta para Var e depois de um OFR muda sua decisão e impõe uma penalidade. O capitão aparece Yilmaz que no entanto chutes sensacionais na trave. Oportunidade incrível desperdiçada pela Turquia. Portugal está no controle na final e também encontra uma grande chance com Ronaldo que devora a terceira base a dois passos da porta. Os lusitanos fecharam o jogo aos 94 minutos com o golo de Matheus Nunes quem encontra o conjunto em um passe de Leão.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.