Parada para cinemas, teatros e esportes indoor. A decisão sobre transporte e vencimento está na balança

A partir de 15 de junho, a parada chegará a máscaras dentro cinemas, teatros e eventos esportivos indoor, enquanto a decisão correspondente ainda estiver pendente meios de transporte. A obrigação cairá e apenas a recomendação permanecerá. O anúncio foi feito pela subsecretária de Saúde Andrea Costa: “De fato, ainda há uma reflexão sobre os meios de transporte. Para todos os outros locais – cinemas, teatros, eventos esportivos indoor – as máscaras serão removidas e não haverá mais obrigação, mas haverá uma recomendação. Passados ​​dois anos, creio que chegou o momento de restabelecer a confiança dos cidadãos. Há outra realização”, suas palavras à Rai Radio 1.

Sobre a possibilidade de realizar exames finais sem uso de máscaras: “Basta um decreto emitido no início da próxima semana. Há um problema de convergência política. Estamos diante de posições diferentes, espero – disse – que possamos chegar a uma síntese”.

Omicron Ba5, mini ondas estão chegando à Itália? “Os casos multiplicam-se, olhe para Portugal”

Eleições, máscaras fortemente recomendadas para votar no domingo

Máscaras, que muda a partir de 15 de junho

15 de junho é a data símbolo, na qual cairá a obrigação de usar máscara. O governo já decidiu que não serão mais necessários em cinemas, teatros e pavilhões desportivos cobertos. No entanto, a decisão sobre o meio de transporte permanece incerta. O subsecretário Costa disse ser a favor da paralisação, mas ainda não há decisão final.

Eleições, máscaras fortemente recomendadas

O Ministério do Interior esclareceu que as máscaras não serão obrigatórias nas assembleias de voto para as eleições, mas “fortemente recomendadas”. “Dada a alteração do quadro epidemiológico – lemos – o uso de máscaras cirúrgicas é fortemente recomendado”.

“As operações de votação podem ser realizadas em diferentes situações e em diferentes momentos, pode acontecer que eu vá à assembleia de voto e esteja numa fila ou numa sala lotada e nessa altura é desejável colocar um acontece que não encontro ninguém e, nesse caso, não faz sentido usar máscara”, disse o subsecretário Costa.

Máscaras para exames

A decisão sobre os exames do ensino médio e da oitava série ainda está na balança. Por enquanto a obrigação com o Ffp2 continua em vigor, conforme relatado pelo Ministério do Interior, mas a discussão continua acalorada. A possibilidade de o governo mudar de ideia sempre existe. “Basta um decreto, também no início da próxima semana”, disse o subsecretário Costa.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.