PerSe Visioni – Art Factory, de 23 a 25 de agosto de 2022 em Polignano a Mare

A Associação de Promoção Social Bachi da Setola apresenta a 15ª edição do festival: Eventos de Música, Arte e Cinema nos espaços exteriores da Fundação Pino Pascali

POLIGNANO A MARE (BA) – A Associação de Promoção Social Bachi da Setola apresenta a 15ª edição do PerSe Visioni – Fábrica de Arte, de 23 a 25 de agosto de 2022, em Polignano a Mare (Bari).

Também este ano o festival será hospedado por um lugar característico de Polignano a Mare: os espaços ao ar livre da Fundação Pino Pascali, um museu de arte contemporânea localizado dentro de um edifício histórico, construído no início de 1900 à beira-mar de Polignano. .

O Pv15 abre no dia 23 de agosto com dupla marcação: às 21h, nos espaços exteriores da Fundação Pino Pascali, haverá uma pré-estreia regional do filme “IL N’Y A QU’UN SOUFFLE DE VIE”, de Matteo Botrugno e Daniele Coluccini com Lucy Salani. A exibição será seguida de uma conferência com a participação dos diretores e Eleonora Magnifico. “Há apenas um sopro de vida”, selecionado na 39ª edição do Festival de Cinema de Turim, foi feito quase inteiramente em 2020, ano da pandemia, e conta a história fascinante e singular de Lucy, a mulher mais velha da Itália. Entre os poucos sobreviventes do campo de concentração de Dachau ainda vivos, ela é testemunha direta de um dos momentos mais sombrios e trágicos da história do século XX. O documentário conta um pedaço da história italiana (e não só) através dos olhos de uma pessoa que, como tantas outras na época, foi obrigada a assistir ao horror, mas conseguiu resistir a ele com força e coragem incomparáveis.

Às 23h00, após a conferência, no mesmo local dos espaços exteriores da Fundação Pino Pascali, o DJ FILOQ faz um set entre eletrónica, jazz e sonoridades do mundo. FILOQ, produtor, DJ e explorador de som, viajando perpetuamente do porto de Gênova para o resto do mundo, desenvolve sua própria pesquisa sonora entre beats globais, jazz e música eletrônica, sistematizando música tradicional de todo o mundo e batidas digitais em um cupê – redemoinho costurado; dublador do Instituto Italiano de Cumbia (produtor de Malagiunta e Sonora Maddalena), espírito sadio do projeto Magellano com o qual soa Walk the line, a grande obra de arte de rua ao longo da estrada elevada de Gênova, produtor artístico de realidades como Almamegretta , Escobar, Mudimbi, Mimosa, Luvanor FC e muitos outros, é também caçador de talentos, remixer e sound designer de imagens, instalações e marcas.

A segunda noite, 24 de agosto, inclui três eventos, todos no mesmo cenário dos espaços ao ar livre da Fundação Pino Pascali: às 20h00, “DANCING THROUGH THE SUMMER”, uma apresentação de dança-teatro do artista Milan Tomasik. Uma das práticas milanesas, que levará CorpiSmossi na residência do PV15 de 24 a 28 de agosto, é a improvisação. Milan se apresentou em performances com vários artistas e grupos, incluindo o coletivo Les SlovaKs, do qual faz parte, entre os mais conhecidos por sua natureza orientada para a improvisação.

Às 21h haverá PV15 – EXPOSIÇÃO DE CURTAS, exibição da seleção de curtas-metragens nacionais e internacionais, escolhidos pela diretora Alina Marazzi, com a participação da Puglia Film Commission, do Milan Film Festival e Click for Festivals .

A noite termina às 23h00 com uma pré-estréia exclusiva de cenas do filme em andamento “SEA SISTERS: MATERIAL PROCESSING FOR AN ONGOING FILM” (12 min), produzido em co-produção entre as empresas italianas Officinema Doc e Nightswim e o Norwegian Rein Film, com o apoio da Apulia Film Commission, dirigido por Brunella Filì, co-escrito pelo diretor e Antonella Gaeta. O filme contará a história de duas mulheres: Antonia, originária da Puglia, que perdeu seu pai pescador em um naufrágio e quer continuar a tradição familiar, mas não pode por causa da proibição de ir ao mar imposta às mulheres dessa sociedade patriarcal, e Sandra, uma mulher Sami do norte da Noruega, que realizou seu sonho de comandar seu barco de pesca em um mundo exclusivamente masculino, mas assim perdeu a custódia de sua filha Leah. Hoje, ela continua sua luta pela emancipação lutando na Ucrânia, onde ajuda os civis que permaneceram em Odessa em uma equipe onde ela é a única mulher. O filme percorrerá suas histórias em uma jornada cinematográfica do Ártico ao Mediterrâneo, aos polos opostos da Europa, mostrando duas reações diferentes à discriminação de gênero que as ‘Sea Sisters’ enfrentam enquanto tentam realizar seus sonhos, revelando o sexismo oculto. ainda hoje no coração da Europa.

No dia 25 de agosto, para a noite final do PerSe Visioni 15, nos espaços ao ar livre da Fundação Pino Pascali, três encontros musicais.

Às 21h, apresentação ao vivo do quarteto BO! LEDs. Vencedores da segunda edição do concurso Jam The Future. Música para um novo planeta – o projeto VOLVO e JAZZMI dedicado às jovens promessas do jazz – o LED BO! contaminar o jazz ao som da música eletrônica contemporânea, piscando para a nova cena do jazz no Reino Unido e em Chicago e criando texturas não tecidas. convencional e dinâmico. Nascido em 2019, o projeto rapidamente se desenvolveu experimentando novos sons em equilíbrio entre acústica e eletrônica. Durante o verão de 2020, o grupo gravou seu primeiro projeto de gravação em estúdio, “Different, Us”, lançado em novembro de 2021, após o qual eles puderam se apresentar em várias ocasiões, incluindo o FIMU Festival, o Electropark e o JazzMI. Seu show é enérgico e fresco, onde bateria, guitarra, baixo e sintetizador falam em uníssono com samplers e eletrônicos, criando uma atmosfera envolvente e fascinante.

Às 22h15, o concerto ao vivo do 72-HOUR POST FIGHT, projeto musical nascido de uma ideia de Fight Pausa e Palazzi D’Oriente, além de Andrea Dissimile (bateria) e Adalberto Valsecchi (saxofone). Passando da eletrónica experimental e do hip hop ao jazz e ao emo, criam ambientes fluidos onde a eletrónica, as intervenções jazzísticas, a improvisação, as guitarras afiadas e os ritmos com sabor de hip-hop convivem com uma harmonia inesperada. A sua produção artística conta com várias colaborações com artistas e produtores italianos e estrangeiros (incluindo Cooly G, Ben Vince, Yakamoto Kotzuga, Lamusa II e outros) que reinterpretam as faixas do segundo disco, um álbum de remisturas, criando um ambiente mais club session, sem, no entanto, sair da alma experimental do projeto. Muitos shows ao vivo, incluindo: Club To Club 2019, Hundebiss Night @ Cox18, ZUMA Festival, Kaleidoscope x Gucci event @ Spazio Maiocchi, BAM Plays The Italian New Wave x Club To Club, Club Adriatico, OGR Soundsystem 2020, OGR BRAND NEW DAY | O AMANHECER DE UM NOVO DIA, VIVO! Festival 2020. O segundo álbum, NON-BACKGROUND MUSIC, será lançado no dia 27 de maio, com três colaborações internacionais: Kamohelo e Mal Devisa (ambos feat.) e Billy Fuller. Numa digressão constantemente atualizada, destacam-se as datas do LINK em Bolonha, Dromos Festival, SEI Festival, Black Midi e Spring Attitude Festival.

Às 23h30, o set ao vivo de Jhon Montoya conclui PV15, músico erudito, formado em violino e composição eletrônica, é produtor, compositor, pesquisador e criador. Desde 2019 faz parte da ZZK Records, selo que representa a essência da cena eletrônica latino-americana e que incluiu artistas como Chancha Via Circuito, Nicola Cruz, com quem lançou seu primeiro álbum OTUN (2019) e com quem está preparando seu último álbum, EL NIDO. Suas apresentações ao vivo incluem Manifesto em Roma, Sonar Bogotá, Musicbox em Portugal, Senderos Festival em Montevidéu; dividiu o palco com artistas como Ninos du Brasil, Omar Souleyman, Clap! Clap!, Populous, El Buho, Dengue Dengue Dengue.

PerSe Visioni – Fábrica de Arte é criada com o patrocínio da Região de Puglia – Departamento de Cultura e Turismo do Mediterrâneo, o Município de Polignano a Mare e o Teatro Público de Puglia e conta com a parceria de: Apulia Film Commission, Milano Film Festival, Fondazione Museo Pino Pascali, Tecnologia Filosófica, Residui Teatro, QuaLiBò – visões da (p)arte.

Bachi da Setola é uma associação de promoção social, nascida em Polignano a Mare como uma associação cultural comprometida com a criação de eventos artísticos, culturais e musicais capazes de envolver o território.

Harlan Ware

"Aficionado por zumbis que gosta de hipster. Explorador típico. Defensor da cultura pop. Nerd de mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.