Portugal: Chalana está morto, era o símbolo do Benfica

(ANSA) – LISBOA, 10 DE AGOSTO – Fernando Chalana, craque e extremo do Benfica de que era “símbolo”, faleceu aos 63 anos. O clube multicampeão de Portugal faz o anúncio, com uma pequena nota em que define o jogador x “o nosso pequeno génio”. “É um dia muito triste para a seleção do Benfiquista e para todos os amantes do futebol – palavras do presidente do clube, antigo alto Rui Costa, à Benfica TV -. e símbolos mais eternos do clube. Comprometo-me a conservar a memória de Fernando Chalana no coração de todos os que amam o Benfica.” Um metro e 65 de pura classe, bigode à la Asterix, herói de banda desenhada a quem também era comparado pelo seu tamanho, Chalana estreou-se na elite lusitana aos 17 anos e 25 dias, um recorde na história. do Benfica que ainda hoje possui. Com a equipa do seu coração, da qual também foi treinador de juniores, conquistou cinco títulos nacionais, enquanto com a Seleção de Portugal chegou às meias-finais do Europeu de 1984, perdendo por 3-2 no prolongamento frente à França de Platini. .então campeão. Só em França, em Bordéus, Chalana jogou três anos, depois de uma longa experiência no Benfica, mas devido a uma série interminável de lesões, acorrentou a miséria de 12 jogos em três anos. Decidiu então regressar ao Benfica e terminar a carreira jogando um ano no Belenenses, outra equipa de Lisboa, e na época seguinte (1991-’92) no Estrela Amadora. (MANIPULAR).

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.