Portugal: Morreu Jorge Silva Melo

LISBOA – Portugal lamenta a morte de Jorge Silva Melo, uma das personalidades mais conhecidas e queridas do mundo do teatro e do cinema. Cenógrafo, dramaturgo, escritor, tradutor e crítico, Silva Melo morreu aos 73 anos, internado por doença oncológica no Hospital da Luz, em Lisboa.

Silva Melo foi cofundador do Teatro da Cornucópia e da companhia Artistas Unidos, da qual foi diretor artístico. Dirigiu longas-metragens para cinema, espetáculos teatrais e trabalhou em adaptações de obras de autores internacionais, incluindo vários italianos, como Carlo Goldoni, Luigi Pirandello, Michelangelo Antonioni e Pier Paolo Pasolini. Em 2008 foi agraciado com o título de Grande Oficial da Ordem da Estrela (na época ainda Estrela da Solidariedade Italiana) pelo Presidente da República Giorgio Napolitano, justamente por sua contribuição para a divulgação da cultura italiana no exterior.

“Ninguém como ele escreveu sobre atores portugueses ainda pouco conhecidos, ou sobre atores portugueses que tínhamos esquecido, ninguém como ele se lembrava dos velhos tempos que não eram nostálgicos, mas de ação e drama. ‘esperança'”, escreveu o presidente português Marcelo Rebelo de Sousa em um comunicado. aviso oficial. “Ele passou toda a sua vida fiel a este objetivo, na impaciência, emoção e desencanto. Presto-lhe uma homenagem vibrante”, acrescentou.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.