Rali de Portugal: dobradinha da Toyota no topo da classificação de construtores

A Toyota Gazoo Racing celebra uma fantástica dobradinha para o Gr Yaris Rally1 na sua estreia na terra no Rali de Portugal, com Kalle Rovanperä a conquistar a sua terceira vitória consecutiva à frente do companheiro de equipa Elfyn Evans.

Como foram os primeiros quilômetros do Rally1 no cascalho

No primeiro teste da nova geração de carros híbridos, o Gr Yaris Rally1 foi o carro a ser batido, vencendo 15 das 19 etapas de cascalho neste fim de semana. Evans liderou desde as primeiras horas da manhã de sexta-feira com tempos de etapa muito rápidos, e Rovanperä juntou-se a ele entre os dois primeiros no final do primeiro dia depois de fazer um trabalho fantástico limpando estradas de terra como líder do campeonato pela primeira vez em sua carreira. A dupla se viu em uma corrida de dois homens no dia mais longo do evento, sábado, e à tarde a liderança caiu para as mãos de Rovanperä em condições climáticas difíceis. O finlandês construiu uma vantagem de 5,7 segundos sobre Evans no início do último dia de cinco etapas e venceu o primeiro teste da manhã, Evans respondendo na primeira passagem pela famosa etapa de Fafe do rali. Mas Rovanperä e o co-piloto Jonne Halttunen terminaram vencendo a penúltima etapa e a última Power Stage do rali, garantindo as melhores apostas para ampliar sua liderança no campeonato.

os protagonistas

No final, foi Rovamperä quem levou a melhor ao vencer ralis e power stage. Segundo seu companheiro de equipe Evans seguido por um surdo em excelente forma em sua estreia no Rally1.

Depois de ser forçado a desistir nas rodadas de sexta e sábado, Sébastien Ogier recomeçou no último dia para ganhar experiência com o Gr Yaris Rally1 em sua segunda participação na temporada. Infelizmente o outro Seb, Loeb, também não conseguiu brilhar como esperávamos, primeiro por causa de um toque que o obrigou a desistir depois por causa de um problema técnico.

Classificações após a corrida

Liderando a classificação de pilotos está Rovamperä com 106 pontos, seguido por Neuville com 60, Katsura com 38, Tanak com 37, Evans com 36, Breen com 34, Loeb com 27, Greensmith com 20 e Sordo empatado com Ogier com 19.

Leigh Everille

"Analista. Criador hardcore. Estudioso de café. Praticante de viagens. Especialista em TV incurável. Aspirante a fanático por música."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *