Renováveis, o maior parque solar flutuante da Europa em Portugal

A energia continua a ser uma questão central na Europa e as energias renováveis ​​continuam a surgir. Entre os países que estão a dar grandes passos neste sentido está Portugal, que está a potenciar as energias renováveis ​​e a preparar-se para inaugurar o maior parque solar flutuante da Europa.

12.000 painéis solares estavam ancorados na albufeira do Alqueva, um grande lago artificial situado no sul do país.

No total, os painéis solares flutuantes formam uma ilha do tamanho de quatro campos de futebol.
A nova infra-estrutura faz parte do plano de Portugal para concentrar-se nas energias renováveis ​​e reduzir a dependência das importações de combustíveis fósseiscujos preços dispararam desde o início da guerra na Ucrânia.

O parque fotovoltaico flutuante foi construído pela EDP, Energias de Portugal, um dos principais grupos industriais do país e um dos maiores produtores de eletricidade da Europa. O parque solar fotovoltaico flutuante do Alqueva deverá estar operacional a partir de julho, confirmou a empresa nas redes sociais onde publicou as primeiras imagens da ilha flutuante. “Esta estrutura inovadora – especifica a EDP – vai produzir 7,5 GWh de electricidade por ano, capaz de abastecer cerca de 1.500 famílias”.

Melhorar as energias renováveis ​​com parques solares construídos na água, no mar ou em lagos, é uma estratégia cada vez mais popular em várias partes do mundo, da Califórnia à China. Entre as vantagens está a de não ter que usar a terra destinada para outros fins.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.