Saúde, bem-estar e nutrição: o “Festival das 5 cores” em Tropea

A primeira edição do 5 cores festival, o grande evento dedicado ao bem-estar e alimentação saudável que acontecerá no esplêndido cenário até domingo 22 Tropea, na Calábria, os líderes de opinião italianos mais influentes no mundo da medicina e personalidades eminentes do entretenimento e do esporte. O objetivo é promover a dieta mediterrânea, uma verdadeira arte de viver que faz da Itália uma de suas capitais. A cidade, escolhida por suas belezas culturais e paisagísticas, sediará confrontos entre especialistas, torneios de vôlei de praia, caminhadas para descobrir as maravilhas da região, apresentações de dança e música e festas sob as estrelas.

Francesco Cognetti, Saverio Cinieri, Eugenio Caradonna, Ciro Indolfi, Ettore Novellino, Adriana Bonifacino, Andrea Ghiselli, Pasquale Strazzullo e muitos outros clínicos e professores realizarão mesas redondas dedicadas à saúde e nutrição, enquanto personalidades como Nino Frassica, Luca Ward E Simone Perrotta eles vão entreter o público com shows e recompensas. Os cinco dias visam educar adultos e crianças sobre a importância de seguir estilos de vida corretos. O fio condutor de todas as manifestações será a “prevenção”. As partidas serão transmitidas ao vivo no site festivaldei5colori.it e nas contas do Facebook e Instagram, para serem acompanhadas de toda a Itália. A ideia do evento partiu da Associação Pancrazio, formada por jovens estudantes de medicina, farmácia e biologia para dar vida a iniciativas na área da saúde e bem-estar.

“Para a região da Calábria, o Festival será uma oportunidade extraordinária de combinar saúde e turismo, mostrar as belezas naturais, a história e a cultura que a distinguem – afirma o presidente Roberto Ochiuto -. O problema do excesso de peso aqui é muito sentido e temos certeza de que envolver adultos e crianças em discussões com profissionais, acompanhadas de atividades divertidas, ajudará a transmitir a importância de cuidar de si mesmo.”
“A nossa Região é uma das capitais da Dieta Mediterrânica, classificada como Património Mundial da UNESCO desde 2010 – afirma o Vice-Presidente da Região da Calábria Giuseppina Diretor -. Associar o nosso território a um evento dedicado aos valores da alimentação saudável e dos bons hábitos de vida é, por isso, motivo de orgulho para nós. Oferecemos produtos típicos saudáveis ​​e de qualidade, como a bergamota de Reggio Calabria e o cedro suave de Diamante e estamos muito felizes em poder aprimorá-los durante esses cinco dias, após um momento histórico em que o turismo infelizmente teve que parar. Vamos daqui, das nossas belezas.”

“O Festival vai também permitir-nos falar de sustentabilidade e atenção ao ambiente, valores que sempre nos são caros – sublinha Gianluca Galo, Conselheiro para a Agricultura da Região da Calábria -. O nosso é um território natural que merece ser valorizado, razão pela qual estamos muito empenhados na protecção do meio rural e na manutenção da biodiversidade, com particular atenção à promoção dos produtos locais. »
“Estamos felizes que os grandes nomes da medicina e do entretenimento possam se encontrar em nossa cidade – acrescenta o prefeito de Tropea John Macri -. Tropea é uma terra de cultura e tradições, que esperamos transmitir através do festival. Estes cinco dias serão uma grande oportunidade para conhecer, comparar e partilhar entre os nossos lugares mais bonitos e as salas mais institucionais. Vamos dançar, provar produtos típicos como a cebola, aprender a fazer prevenção primária, visitar os monumentos mais antigos durante o passeio noturno”.

“Hoje quase 23 milhões de italianos ganharam peso, também devido à pandemia. – ele afirma Francisco Cognetti, Presidente da Associação Ensemble Contre le Cancer -. Uma situação grave, que aumenta o risco de distúrbios metabólicos e cardiovasculares, diabetes e a formação de muitos tumores. As crianças estão preocupadas: a Itália é de fato um dos países europeus onde a taxa de obesidade infantil é mais alta. De uma amostra de 50.000 crianças do nono ano apoiadas pelo Ministério da Saúde para o relatório “OKkio alla Salute”, 20% estão acima do peso e 9% são obesas. Além disso, existem aproximadamente 100.000 crianças obesas ou com sobrepeso na faixa etária de 6 a 9 anos. Comer direito, não fumar e fazer exercícios podem realmente ajudá-lo a se manter saudável. Praticar esportes, por exemplo, reduz o risco de desenvolver câncer em até 50%. Falar sobre isso é o primeiro passo para entender sua importância.”

“Engrandecer o território é também engrandecer a sua cultura – declaram Giovambattista De Sarro, Reitor da Universidade Magna Grécia, Nicolau Leão, Reitor da Universidade da Calábria -. Nossa Região tem institutos e universidades de prestígio. Como reitores, agradecemos que a Calábria seja a sede do Festival, porque estes momentos de informação e formação permitem-nos reconhecer devidamente os jovens estudantes, que esperamos que permaneçam ligados às nossas raízes e à nossa terra, tão rica em tradições. A ideia da Associação Pancrazio composta por jovens universitários dirige-se precisamente aos jovens nos quais devemos focar para um futuro cheio de hábitos saudáveis”.
“A Calábria é uma das regiões com as maiores taxas de sobrepeso e obesidade infantil; como evidenciado pelos dados de Okkio alla Salute – ele acrescenta Giuseppe Morino, pediatra-dietista do hospital pediátrico Bambino Gesù e coordenador científico do Festival – 42% das crianças apresentam sobrepeso, 10,6% obesidade e 5% obesidade grave. Por outro lado, a pandemia aumentou estes problemas com a redução dos movimentos e a exacerbação de hábitos alimentares inadequados (metade das crianças não tomava o pequeno-almoço enquanto apenas 14% comia fruta 2 a 3 vezes por dia e 22% apenas uma vez, em comparação com 11% que comiam frutas menos de uma vez por semana ou nunca). Por outro lado, a mesma pesquisa destacou 7% das crianças que bebiam bebidas açucaradas quase todos os dias: o Festival torna-se então um momento de aprendizado sobre diferentes modelos referentes ao mediterrâneo em que variedade e cores da comida, movimento, frugalidade são associados, ajudados pelos super-heróis do “Give me 5”, para promover o bem-estar. Nesta base, será também lançado um projeto de investigação científica que envolverá crianças de diferentes regiões na procura de conhecimentos sobre a dieta mediterrânica”.

“Há muitos anos tentamos aproximar as crianças de um estilo de vida saudável através dos nossos 5 Super Heróis, os Di5s e eventos com cursos de educação alimentar criados para famílias e pacientes – conclui. Maria Teresa Carpino, vice-presidente da Associazione Pancrazio e criador do Festival -. Daí a ideia do Festival de 5 cores. Queremos promover a dieta mediterrânica e alargar o nosso projeto a outros países como Espanha, Grécia, Marrocos, Chipre, Croácia e Portugal. Até à data, Marrocos e Espanha já aderiram e já estamos a trabalhar para fazer o nosso Festival Itinerante. Começaremos com Marrocos onde pretendemos fazê-lo em outubro, depois continuaremos com os outros países com a paragem fixa em Itália e a ideia de que este projeto pode crescer cada vez mais e acima de tudo que pode ajudar a sensibilizar as crianças, famílias de pacientes a adotarem um modo de vida saudável e correto”.

© Todos os direitos reservados

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.