“Sonho com um Portugal à Cilento”

Um “formato Portugal” do Cilento que nos pode dar a oportunidade de repovoar estas zonas. Esta é a receita do novo prefeito de Montecorice, Flávio Meolapara combater o despovoamento. Após a declaração clara até o último administrativo (78% dos votos), Meola, ex-presidente da Câmara de 2002 a 2012, está a trabalhar arduamente para as funções ligadas ao regresso do turismo e em breve nomeará a sua equipa governamental.

O programa

“Recebemos uma votação extraordinária que montecorice nunca foi registado” explica Meola: “Isso dá-nos poder e motiva-nos a pôr em prática o que estava escrito no programa eleitoral, não tanto para fazer promessas mas para completar fichas concretas”. “Mais do que um simples programa de 100 dias” aqui temos estamos a falar do ‘programa de 10 dias’ porque como concelho costeiro há muito para fazer. Já desenvolvemos as praias e estamos a tentar com muito empenho despoluir todas as zonas costeiras, começando por cortar a relva. Mas não só: fazemos manutenções de rotina que não foram feitas nas últimas semanas. Durante os 100 dias, vamos apenas nos reunir e conversar sobre isso. Com certeza não vamos descuidar dos prazos do Pnrr”.

Cilento

Segundo Feola “a faísca não caiu entre a autoridade do parque e os cidadãos”. “Este espaço – sublinha – deve ser protegido como deve ser, mas não pode ser apenas uma infinidade de constrangimentos e burocracias. O Parque tem de dar uma explosão de vitalidade que nos garanta oportunidades, sobretudo para os jovens. não pode. Acho que o Cilento se tornará uma “reserva indígena” que os turistas devem vir e ver. Aqui temos que viver 365 dias por ano. Serei o porta-voz disso com a assembleia de administradores do território do Parque Para lutar contra o despovoamento, devemos manter os jovens no bairro ou pensar em um modelo semelhante ao de Portugal, que atrai aposentados graças a um regime tributário vantajoso. Temos que fazer alguma coisa: aqui corre-se o risco de daqui a trinta anos não sobrar ninguém.

Beowulf Presleye

"Extremo fanático por mídia social. Desbravador incurável do twitter. Ninja do café. Defensor do bacon do mal."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *