tem o sim de Mourinho

Aqui está o novo Fuzato. Ele tem vinte e dois anos. Nasceu na Bélgica, em Antuérpia, mas tem no bolso um passaporte sérvio que é o que mais lhe agrada, lê-se nacional (presença depois de ter participado em todos os nacionais das selecções belgas). Chega a Portugal, a Lisboa, a Benfica, à casa Pinto, quando acaba de apagar as velas da maioridade. Em seu passado, ele pode se gabar de ter desafiado o Manchester United de Mourinho que, além de entregar o recorde do goleiro mais jovem (foi em outubro de 2017) a ter defendido um pênalti na Liga dos Campeõeslhe valeu os aplausos do Especial que o chamou de “fenômeno”, elemento que pesou na escolha do goleiro que na próxima temporada ele vai se colocar atrás de Rui Patricio com a ambição de representar algo mais do que apenas uma alternativa. A primeira paragem para a segunda rom da mourinhana chama-se Mile Svilar. A notícia foi anunciada ontem de manhã pelo diário português ‘Correjo da Manha’ e Roma, quando questionado sobre o assunto, não desmentiu. Explicando que o menino gosta. Este Pinto conhece-o melhor do que ninguém. este tem um contrato que termina em 30 de junho, mas também que a empresa não quer tornar o clube benfichista “rude” como escolha de empresa e por isso tenta encontrar uma situação para não colocar o clube lisboeta em risco de ficar de uma mão na frente e de outra atras do. Não é para sacar um cartão que, há cinco anos, o Anderlecht recebeu dois milhões e meio de euros. O problema, se houver, deveria ter sido com o jogador, mas a Roma (que também conhece a concorrência de alguns clubes portugueses no menino) está a tentar garantir ao Benfica um bónus que poderá ser representado por uma percentagem sobre a possível revenda futura. de Svilar, ou o empréstimo de um rapaz ou, ainda, a transferência de Fuzato para Lisboa. É a última articulação a ser encontrada para definir uma transferência que parece concluída de outra forma. De fato, já foi alcançado um acordo com o menino sérvio e seus promotores contrato de cinco anos de cerca de meio milhão de euros para montar, além de uma série de pequenos bônus. Um grande salto em frente para o guarda-redes sérvio que esta época, talvez também porque o seu contrato está prestes a expirar e não quer prolongá-lo, joga na segunda liga portuguesa ao serviço do Benfica B.
Com o clube lisboeta a Roma teve recentemente uma conversa também com o médio alemão Julian Weigl, de vinte e seis anos, contrato a expirar em dois mil e vinte e quatro, cartão que o Benfica pagou vinte milhões em janeiro de 2020 ao Borussia Dortmund. As duas empresas parecem falar sobre isso mais tarde.



Frideswide Uggerii

"Extremo nerd do Twitter. Especialista freelancer em cultura pop. Fã de zumbis. Amante de comida. Fanático por música certificado. Jogador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.