Terracota e vinho 2022 na Certosa di Firenze

FLORENÇA – O mundo da vinificação em ânfora protagoniza por dois dias em um dos lugares mais emblemáticos de arte e cultura de Florença, graças à organização da Associação Cultural “Terracotta and Wine” e ao patrocínio da Região da Toscana e do Município de Florença .

Na Certosa di Firenze, cerca de cinquenta produtores de vinho de ânfora de toda a Itália e do mundo, apresentarão neste fim de semana, 4 e 5 de junho, durante a 4ª edição de “La Terracotta e il Vino 2022”, mais de 200 rótulos de vinhos finos exclusivamente em potes de terracota. São produtores que acreditam e investem na sustentabilidade da viticultura, demonstrando qualidade e cuidado com a aplicação de impactos ambientais reduzidos em toda a cadeia de processamento, da vinha à adega, até a distribuição. Entusiastas, apreciadores de vinho, críticos de vinho e curiosos por ânforas vão conhecer esses produtores nos balcões de degustação no sábado 4 e no domingo 5 e descobrir como o vinho era feito à maneira dos antigos etruscos e antes mesmo dos gregos, saboreando o sabor “antigo” de um produto, o vinho em ânfora, cada vez mais conhecido e apreciado pelo mundo vitivinícola contemporâneo, italiano e estrangeiro.

Leonardo Parisi de Artenova

O parceiro de mídia do evento é VinoNews24.itrevista online que oferece as principais notícias para se manter atualizado sobre os protagonistas e os terroirs do vinho italiano, ao mesmo tempo em que se reconfirma como o principal patrocinador do evento Artenova Terrecotte por Andrea e Leonardo Parisi com sede em Impruneta (Florença-Toscana), líder na Itália na produção de vasos de terracota para uso enológico. Também para esta edição, o evento é possível graças à contribuição do Banco Fiorentino Mugello Impruneta Signa, Embalagem-Transporte-Logística Paolino Embalagem, Acessórios para Fratelli Laveggi Enologia, Vinho e Suprimentos da Natureza, Unipol Sai Assicurazioni Chianti Valdelsa. A coordenação geral também está a cargo de Sergio Bettini para esta quarta reunião. Os consultores do evento são o enólogo Francesco Bartoletti e o agrônomo e enólogo especialista em biodinâmica Adriano Zago.

Produtores da Itália: do Novo e do Velho Mundo, uma encruzilhada de sabores, histórias e práticas vitivinícolas

italianos. Para esta 4ª edição, encontraremos expositores “fiéis” da bienal, presentes desde as primeiras edições, como 1701 Franciacorta (Cazzago San Martino, Lombardia); Casadei com a linha Le Anfore de Elena Casadei e as empresas toscanas de Castello del Trebbio e Tenuta Casadei em Suvereto; a Sociedade Agrícola Cirelli (Atri, Abruzzo); I Cacciagalli (Teano, Campânia); a fazenda Arrighi (Porto Azzurro, Ilha de Elba); Corte d’Aibo (Monteveglio, Bolonha). Entre os toscanos, a Azienda Agricola Oliviero Toscani Vin de Pisa, La Piana (Isola di Capraia) e Le Verzure (Murlo, Siena) retornam pela segunda vez após a última edição de 2018, enquanto, entre outros, entram pela primeira vez na bienal, Vicchiomaggio (Greve in Chianti), Sassotondo (Grosseto), Podere Ema (Bagno a Ripoli), Tommaso Bojola Fattoria La Castellina (Castellina in Chianti), Fattoria le Masse (Barberino Val d’Elsa), Fattoria de Petrognano ( Montelupo), Falzari Vini (Vinci).

A Itália também está bem representada no Norte e no Centro-Sul. Para citar algumas empresas, há a Campania de Tenuta Fontana, Villa Matilde Avallone e Marino Maria Agricola, este último com o sino I Cacciagialli, participante fiel desde as primeiras edições. Há a Sicília das fazendas Lipari e Bagolarea; Basilicata de Elena Fucci; Puglia da Cantina Cignano e Masseria La Cattiva; entre os nomes da produção de vinho no centro da Itália, entre outras empresas, Terrazze di Spazzavento (Castel Viscardo, Terni) entra este ano enquanto Marco Carpineti (Cori, Latina) retorna pela segunda vez. Do norte da Itália Vini Visintini (Corno di Rosazzo, Udine) e Cascina Corte (Dogliani, Cuneo).

Estrangeiro. Entre os estrangeiros a representar os continentes que praticam o envelhecimento em ânfora, regressam a Arménia pela Zorah Wines e a Europa pela Ploder (Áustria) e Herdade de Rocim (Portugal), entre a Europa e a Ásia; pela primeira vez em “La Terracotta e il Vino 2022”, Ghira Winery (Croácia) e Terracotta Wines em Valência (Espanha); Há também empresas do país dos grandes vinhos, França, incluindo Le Château De Piote.

O programa

Conferência técnica, provas guiadas, exposições multimédia e compra de vinho na Enoteca. Há também um bar de refrescos e um “cantinho de degustação” de chocolate renascentista

Sábado 4 de junho: os stands de provas estão abertos aos visitantes às 10h00 (também no domingo 5) enquanto a conferência técnica terá lugar às 11h00, um encontro consolidado das diferentes edições, dividido em duas partes: a primeira com um -narrativa sobre a tradição da vinificação em ânfora inclui as intervenções de Ivano Asperti, enólogo, escritor e autor de “Vinhas, vinhos raros e antigos, A singularidade do vinho italiano” (2021) e do jornalista americano Paul White com “As histórias de Talha, A ‘velha resposta de Portugal ao vinho em ânfora’; a segunda parte ilustrará a monitorização dos parâmetros químicos, físicos e sensoriais de um vinho Sangiovese durante um ano de maturação em diferentes tipos de recipientes, betão, aço e madeira, além claro à terracota, com atenção também ao estudo da oxigenação de diversos materiais. Para esta parte, participarão os professores do Departamento de Ciência e Tecnologia. departamentos agrícolas da Universidade de Florença, Valentina Canuti, Monica Picchi e Francesco Maioli. A conferência será liderada pelo enólogo Francesco Bartoletti No final desta segunda parte da conferência, está prevista uma degustação do Sangiovese vinificado nos diferentes recipientes. Paralelamente à abertura do evento, no sábado, 4 de junho, a exposição de arte cerâmica contemporânea “Rosso Montelupo. Originalmente da terra” organizado pela associação Strada della Ceramica, projeto de instalação de Marco Ulivieri.

Domingo 5: às 11h30 encontro com a degustação guiada pelo enólogo Filippo Bartolotta, intitulada “Vinhos refinados em terracota e seu potencial de envelhecimento”. Juntamente com Bartolotta estará também Adriano Zago, agrônomo e enólogo especialista em biodinâmica Evento dentro do evento, às 14h30 Tenuta Fontana apresenta “O vinho do Rei: a vinha do Palácio Real de Caserta e o Pallagrello” e Azienda Agricola Arrighi “Nesos il vino Marino: uma viagem à descoberta de um vinho mitológico”, com a projeção dos respetivos vídeos.

A exposição multimídia “Enologia na arte, entre história e tradição” da historiadora de arte Annamaria Bernacchioni acompanhará os dois dias do evento.

Durante o evento, também será possível comprar os vinhos dos produtores participantes graças à presença de uma Enoteca nos espaços dedicados da Certosa. Existe um ponto de abastecimento.

A área de degustação

A área de degustação será regulada pela compra de um bilhete de entrada (25 euros para o bilhete completo, 20 euros para quem pretende tornar-se membro da Associação Terre Cuite et Vin), de forma a garantir a presença de um público motivado No evento. Será possível fazer a pré-inscrição online, o que os organizadores recomendam para receber uma recepção mais rápida na entrada (os detalhes da pré-inscrição online no site www.terracottaevino.com). Além disso, na área de degustação, os produtores serão organizados por zonas homogêneas para permitir que o visitante viaje idealmente pelas diferentes zonas geográficas de produção.

Como acompanhar o evento

“La Terracotta e il Vino” também pode ser acompanhado nas redes sociais do evento, Facebook, Instagram, Twitter e You Tube graças às transmissões ao vivo dos dois dias que darão a todos a oportunidade, durante o evento, de interagir postar comentários e fotos. Informações sobre o serviço e pré-inscrição online no site oficial do evento terracottaevino.com. Informações do evento [email protected] Hashtag #terracottaevino2022.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.