todos os recordes que poderiam cair

Vários passos importantes ao alcance dos jogadores e treinadores da final parisiense

Carlos Ancelotti, Karim Benzema, Thiago Alcântara… Os protagonistas do Final da Liga dos Campeões que eles podem caçar marcos históricos. O desafio entre Liverpool E real Madrid pode deixar cair alguns cadastro o mais incrível e entre os mais antigos da história da maior competição europeia. Outros, no entanto, já foram espancados ou retocados.

BENZEMA

Do ponto de vista recorde, ele é certamente o homem mais esperado. Nesta edição da Champions já está em altitude 15 golsa – 2 do recorde absoluto de Cristiano Ronaldodatada da temporada 2013/14, a do Dime, ainda com Ancelotti no banco. Se os franceses fizeram um trioalém de superar CR7, igualaria em número de carta da manga numa única época: 3, como o português em 205/16. Em vez disso, um único gol seria suficiente para quebrar o recorde de todos os tempos para gols nas oitavas de final: neste momento está com 10 anos como os alcançados pelo seu antigo companheiro de equipa em 2016/17.

THIAGO ALCANTARA

O espanhol tem chance de igualar o recorde de Clarence Seedorf títulos da Liga dos Campeões conquistados com mais equipes diferentes. O holandês teve sucesso com o Ajax (1995), com o Real Madrid (1998) e duas vezes com o Milan (2003 e 2007). Thiago está em 2º (Barcelona 2011 e Bayern de Munique 2020), vencer com o Liverpool igualaria o ex-meia.

ANCELOTTI

Carletto já está na história da Liga dos Campeões, porque com Bob Paisley (Liverpool 1977, ’78 e ’81) e Zinedine Zidane (Real 2016, ’17 e ’18) é o único que conseguiu vencer três (Milão 2003 e ’07, Real Madrid ’14), o único com duas equipas diferentes. Vencedor, subiria para quatro: ninguém como ele.

TODO MUNDO VAI PARA CR7

Na equipa do Real Madrid existem 9 jogadores que podem iguala Cristiano Ronaldo pelo número de taças conquistadas na carreira: são Bale, Benzema, Kroos, Carvajal, Isco, Marcelo, Modric, Casemiro e Nacho. Para vencer, subiria para 5, recorde absoluto na moderna Liga dos Campeões, pertencente aos portugueses. Ainda considerando a antiga Copa dos Campeões, há também Maldini e Costacurta a uma altitude de 5, muitos Reais do ciclo de ouro 1955-1960 e o lendário Gento a uma altitude de 6 (assim como neste quinquênio, ele também ganhou em 1966).

RECORDES JÁ QUEBRADOS

O Real Madrid já bateu, ou melhor, retocou, o recorde de finais jogadas que já lhe pertence há algum tempo: são 17 dos quais 13 vencidos e um para jogar. Milan e Bayern de Munique continuam em 11, Liverpool subiu para 10. Los Blancos e Reds já estabeleceram outro recorde, o de desafio mais frequente na final: na verdade, esta é a terceira vez que se encontram, com uma vitória cada (Liverpool 1981, Real 2018). Também Ancelotti já fez o seu recorde nas finais disputadas como treinador: são 5um a mais que Lippi, Ferguson e Munoz.

ROLO DE OURO

Se o Liverpool vencesse, empataria o Milan em 7 Champions, obviamente terminando em segundo atrás do Real. Se, por outro lado, este triunfar, pode até dobrar o segundo rossonero, subindo para 14.

JOGADOR MAIS VELHO DO GOL

Um recorde que ninguém pode bater: permanece inatingível de fato Paulo Maldini, que em 2005 completou 36 anos e 333 dias. No entanto, há três jogadores que podem subir para o segundo lugar: Benzema, 34 anos e 160 dias, Milner, 36 anos e 144 dias e Modric, 36 anos e 261 dias.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.