tricampeão mundial

três turfas pela seleção italiana formada por atletas com síndrome de Down. Do outro lado do oceano, eles teriam usado essa frase icônica para comemorar as três vezes consecutivas do time azul no topo do mundo. São dias de grande entusiasmo para a Italbasket, comandada pelo treinador Giuliano Bufacchi e pelos seus adjuntos Mauro Dessì e Francesca D’Erasmo, que regressa hoje a Itália, depois de conquistar a terceira medalha de ouro consecutiva, com uma clair, que a viu vencer todos os jogos da primeira rodada até a grande final.

No Mundial da Madeira, em Portugal, os “azzurri” já tinham vencido a Hungria (31-14) nos oitavos-de-final, depois voltaram a encontrar-se na final e por isso, segundo o treinador, os adversários entraram no terreno mais bem preparados . no último jogo para a atribuição da medalha de ouro: “Graças a este desafio – explicou o treinador Bufacchi – os húngaros encontraram contra-ataques e a princípio surpreenderam-nos. No entanto, lemos bem o jogo, dando aos nossos meninos algumas dicas de como atacar os adversários. Os jogadores receberam bem” e depois da parcial tudo foi por água abaixo (36-12 na final). Depois de um primeiro tempo equilibrado, o artilheiro da Itália e do torneio, Davide Paulis, foi à loucura, conseguindo “fazer gols em todos os terrenos, o público correu para suas cestas: nosso Davide parecia imparável e com seus 20 pontos nos colocou no terceiro quarto”, disse o assistente técnico Mauro Dessì, ainda empolgado. Davide é um dos meninos que Dessì treina pessoalmente no clube sardo Aipd Oristano, onde também joga Lorenzo Puliga, muito generoso em apoiar o quarteto titular e orquestrar a ação ofensiva. Além das jogadoras do clube oristano, também chegou ao degrau mais alto do pódio a primeira e única jogadora, Chiara Vingione, que junto com Fabio Tomao representa o Basket4ever de Formia de azul; enquanto os outros quatro atletas azuis fazem parte do Anthropos ASD de Civitanova Marche: entre eles o capitão Alex Cesca, Alessandro Greco, Francesco Leocata e Andrea Rebichini.

Ainda na meia-final frente à anfitriã Portugal, o talento de Quartu Sant’Elena, Paulis, foi o protagonista absoluto, acertando várias vezes ao cesto (10 dos seus pontos, nota do editor), num jogo com final emocionante, 20-14 na a final para a Itália.
O fenômeno Marco Spissu perguntará novamente ao fenômeno Davide Paulis após o hat-trick? Na Sardenha, rica em talentos do basquete, em 2019 foi possível viver esta linda história de amizade e campeões: com o craque da seleção Gianmarco Pozzecco, então ainda no Dínamo Sassari, que sabendo que é o ídolo do Paulis, depois de vencer a Copa do Mundo, ele foi o primeiro a pedir ao talentoso polivalente da seleção italiana de atletas com síndrome de Down que lhe oferecesse sua camisa de jogador.

Para além dos talentos individuais, que também nos fazem sonhar alto, no basquetebol ninguém é maior do que a própria equipa: o plantel do treinador Bufacchi na recém-concluída prova do Funchal, na ilha da Madeira, conseguiu repetir pela terceira vez consecutiva, não só pelas provas de Paulis, mas sobretudo pelo expresso trabalho de equipa, conhecimento mútuo, altruísmo e pela imaginação de todos os jogadores que agora se preparam para o Europeu do próximo ano em casa e para seguir em 2024 o que mais evento antecipado promovido pela Fisdir, a federação de esportes paralímpicos intelectuais-relacionamentos, os Trisome Games, o evento esportivo máximo dedicado exclusivamente a atletas com síndrome de Down que inclui 7 modalidades incluindo atletismo, futsal, judô, natação, tênis e tênis de mesa e, claro, basquete . “Nosso sonho é jogar com a seleção dos Estados Unidos, que está trabalhando para se filiar e poder participar de Antalya em 2024”, disse Dessì. E aí, como essa galera gosta mesmo é de sonhar alto: a nova meta é competir com o Dream Team USA, daqui a dois anos. E quem sabe, talvez até vencê-los.

Harlan Ware

"Aficionado por zumbis que gosta de hipster. Explorador típico. Defensor da cultura pop. Nerd de mídia social."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *