Tumores: o Caminho Português do Instituto Candiolo – Saúde e Bem-estar



(ANSA) – CANDIOLO, 11 DE AGOSTO – De Baiona, Portugal, a Santiago de Compostela para apoiar a pesquisa sobre o câncer. Esta é a iniciativa da delegação “Alessandra Ricca” da Fundação Piemontesa para a Investigação do Cancro: Antonella, Cristina, Gizza, Paolo, Stefania vão percorrer os 120 quilómetros do “Caminho Português” rumo a um dos mais famosos da atualidade, quinta-feira de agosto 11 do mundo para lembrar a amiga, Alessandra Ricca, paciente do Instituto de Candiolo (Turim) Irccs (Instituto de Hospitalização e Tratamento de Caráter Científico) que desapareceu em junho de 2021.
“A Alessandra – explicam – era uma mulher brilhante, inteligente e divertida, apaixonada por viagens, curiosa e desportiva e quis partilhar connosco a aventura do Caminho.
Era um de seus desejos: caminhar para vivenciar a consciência, a reflexão e a união”. A comitiva foi formada, a pedido de familiares e amigos, para apoiar o trabalho de médicos e pesquisadores. , e dar continuidade ao que Alessandra havia começado vivo. Que é por isso que, a propósito do “Caminho Português”, foi lançada uma campanha de angariação de fundos na plataforma solidária GofundMe, para apoiar as atividades de investigação do Istituto di Candiolo Irccs. organizará um almoço e um leilão beneficente em Fontanafredda em novembro e terminará em dezembro com um aperitivo de Natal.
“A pesquisa permite que os horizontes de quem convive com a doença mude a cada dia – sublinham os amigos de Alessandra Ricca -, portanto quem ajuda a pesquisa para mudar o futuro. Vamos fazer parte da mudança!”. (LIDAR).

Henley Maxwells

"Solucionador de problemas. Criador certificado. Guru da música. Beeraholic apaixonado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Tumores: o Caminho Português do Instituto Candiolo – Saúde e Bem-estar



(ANSA) – CANDIOLO, 11 DE AGOSTO – De Baiona, Portugal, a Santiago de Compostela para apoiar a pesquisa sobre o câncer. Esta é a iniciativa da delegação “Alessandra Ricca” da Fundação Piemontesa para a Investigação do Cancro: Antonella, Cristina, Gizza, Paolo, Stefania vão percorrer os 120 quilómetros do “Caminho Português” rumo a um dos mais famosos da atualidade, quinta-feira de agosto 11 do mundo para lembrar a amiga, Alessandra Ricca, paciente do Instituto de Candiolo (Turim) Irccs (Instituto de Hospitalização e Tratamento de Caráter Científico) que desapareceu em junho de 2021.
“A Alessandra – explicam – era uma mulher brilhante, inteligente e divertida, apaixonada por viagens, curiosa e desportiva e quis partilhar connosco a aventura do Caminho.
Era um de seus desejos: caminhar para vivenciar a consciência, a reflexão e a união”. A comitiva foi formada, a pedido de familiares e amigos, para apoiar o trabalho de médicos e pesquisadores. , e dar continuidade ao que Alessandra havia começado vivo. Que é por isso que, a propósito do “Caminho Português”, foi lançada uma campanha de angariação de fundos na plataforma solidária GofundMe, para apoiar as atividades de investigação do Istituto di Candiolo Irccs. organizará um almoço e um leilão beneficente em Fontanafredda em novembro e terminará em dezembro com um aperitivo de Natal.
“A pesquisa permite que os horizontes de quem convive com a doença mude a cada dia – sublinham os amigos de Alessandra Ricca -, portanto quem ajuda a pesquisa para mudar o futuro. Vamos fazer parte da mudança!”. (LIDAR).

Henley Maxwells

"Solucionador de problemas. Criador certificado. Guru da música. Beeraholic apaixonado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *