Wimbledon 2022, empates dos italianos na tabela de playoffs. 16 Azzurri em busca da glória – OA Sport

Há alguns minutos, foi divulgado o sorteio da eliminatória masculina de Wimbledon. E vai ter muita Itália envolvida, já que são 16 jogadores azuis na largada para buscar um lugar nos campeonatos, mas do portão principal, essa chave principal que para qualquer um, pelo menos uma vez, significa uma emoção que fica na memória por toda a vida.

É quase inevitável que haja um derby, que envolverá Andrea Arnaboldi e Riccardo Bonadio, com este mais recente estreante a nível de Grand Slam. Indo de cima para baixo da tabela, para Salvatore Caruso o envolvimento com o eslovaco Filip Horansky não é fácil. As chances são de Federico Gaio, que enfrenta o japonês Yuichi Sugita, no palco com classificação protegida.

E ainda falando em classificação protegida, há dois homens que aproveitam essa possibilidade para se colocar entre Andrea Vavassori e Stefano Travaglia e um possível clássico da segunda rodada: o americano Bradley Klahn e o brasileiro João Menezes. O quinto segmento do tabuleiro também vê dois azuis: Andrea Pellegrinocom o desafiante croata bom proprietário de terras Nino Serdarusic, e Thomas Fabianono palco com o britânico Arthur Fery, nascido em 2002 na corrida com um wild card.

Tênis, Matteo Berrettini: retorno deslumbrante. 9 de 9 vitórias e dois torneios no placar. Em Wimbledon, o príncipe quer ser rei

Retorne ao campo para Roberto Marcora, que sai da aposentadoria após 4 meses, usa a classificação protegida e vai desafiar o moldavo Radu Albot, um obstáculo com cores complexas. O fim de sua carreira está próximo Andreas Seppique, no entanto, ainda está tentando contra o bósnio Mirza Basic. Lorenzo Giustinopor outro lado, ele deve desafiar o cazaque Mikhail Kukushkin, um bom jogador também nos gramados no passado, mas em forte declínio.

Estreia em Wimbledon para Flávio Cobollique tem boas chances com o argentino Nicolas Kicker, não exatamente um dragão de superfície, mas que está no lugar do francês Gilles Simon. Matteo Arnaldi pode esperar com o português Nuno Borges, enquanto para Alessandro Giannessi as dificuldades são grandes apesar de tudo com o francês Hugo Grenier. Discurso semelhante para Franco Agamenon: o ítalo-argentino enfrenta o alemão Cedrik-Marcel Stebe, enquanto para Giulio Zeppieri outro homem da Alemanha chega, Daniel Masur.

WIMBLEDON 2022: TABELA DE QUALIFICAÇÕES MASCULINAS

Zapata Miralles (ESP) (1) -Bhambri (IND) (PR)
Hoang (FRA)-A. Harris (Austrália) (PR)
Horansky (SVK) –Caruso (Itália)
Pow (GBR) (CM)-Krueger (EUA) (27)

Kubler (AUS) (2) -Ilkel (TUR)
Tirante (ARG) – Ferreira Silva (POR)
Arnaboldi (ITA) – Bonadio (ITA)
Miljoevic (SRB)-E. Ymer (Suécia) (24)

Kozlov (EUA) (3) -Furness (FRA)
Sachko (UKR) – Stricker (SUI)
Caio (ITA)-Sugita (JPN) (RP)
Forejtek (CZE) -Novak (AUT) (23)

Kolar (CZE) (4) -Sela (ISR) (PR)
Vilella Martinez (ESP) – Celikbilek (TUR)
Klahn (EUA) (PR) –Vavassori (Itália)
Menezes (BRA) (PR) –Travaglia (Itália) (18)

Varillas (PER) (5) – Marterer (GER)
Pelegrino (Itália)-Serdarúsico (CRO)
Ferry (GBR) (WC) –Fabiano (Itália)
Moreno de Alboran (EUA)-Guinard (FRA) (20)

Huesler (SUI) (6) -Zuk (POL)
Martin (SVK)-Lacko (SVK)
Jung (TPE) – Misólico (AUT)
Marchenko (UKR)-de Jong (NED) (31)

Albot (MDA) (7) –Marcora (ITA) (RP)
Mmoh (EUA)-G. Melzer (AUT)
P. Sousa (POR) (PR)-Ofner (AUT)
Ramanathan (IND)-Kopriva (CZE) (19)

Hanfmann (GER) (8) -Sais (NED)
Klein (SVK) (RP)-B. Harris (GBR) (WC)
Blade (CHI)-McHugh (GBR)
Básico (BIH) –Seppi (ITA) (26)

Cachin (ARG) (9) -Escoffier (FRA)
Kuzmanov (BUL)-Broom (GBR) (WC)
Kwitakowski (EUA) (RP)-Mena (ARG)
Couacaud (FRA) – Gomez (ECU) (29)

Moraing (GER) (10) -Piros (HUN)
Olivieri (ARG) -Pucinelli de Almeida (BRA)
Barrere (FRA) – Kohlschreiber (GER)
Giustino (Itália)-Kukushkin (KAZ) (32)

Barrios Vera (CHI) (11) – Eubanks (EUA)
Seyboth Wild (BRA)-Rosol (CZE)
Wu (TPE)-Olivo (ARG)
Kovalik (SVK)-Rodionov (AUT) (28)

Simon (FRA) (12)-Ajdukovic (CRO)
Zekic (SRB)-Rodriguez Taverna (ARG)
Ritschard (SUI)-Parker (GBR) (WC)
Kicker (ARG) –Cobolli (Itália) (25)

Borges (POR) (13) –Arnaldi (Itália)
Moriya (JPN)-Gojo (CRO)
Gill (GBR) (WC)-Elias (POR)
Brouwer (NED)-Purcell (AUS) (30)

Meia (EUA) (14) -Collarini (ARG)
Copil (ROU) – Lestienne (FRA)
Barranco Cosano (ESP)-Díaz Acosta (ARG)
Giannessi (ITA)-Grenier (FRA) (21)

Carabelli (ARG) (15)-Muller (FRA)
Blancaneaux (FRA) – Hijikata (AUS)
Valkusz (HUN)-Kuhn (GER)
Stebe (GER) –Agamenon (ITA) (22)

Pospisil (CAN) (16) -Svrcina (CZE)
Matusevitch (GBR) (WC) -C. Harrison (EUA)
Zepieri (ITA)-Masur (GER)
Zhang (CHN)-Escobedo (EUA) (17)

Foto: Frederico Rossini

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.