o que saber sobre sintomas, duração e incubação

Com o Variante Omicron 5 A Itália corre o risco de confinamento em julho. O último boletim de 28 de junho falava de 83.000 infecções, número destinado a aumentar, segundo especialistas, para mais de 100.000 dias em julho, quando se espera o pico, mas também o risco de fechamento, devido ao número muito alto de positivos que poderia chegar a 2 milhões. Como ele sabe Agenas neste momento existem 767.000 pessoas em quarentena, mas este é um dado oficial, pois os números podem ser muito maiores, pois nem todos comunicaram positividade ao Ministério da Saúde. Os positivos submersos seriam um número muito alto e por isso espera-se um pico no final de julho, até ultrapassar os dois milhões.

Com a variante Omicron 5 muitos positivos ocultos e um pico em julho com o risco de desligamentos

É desde 22 de março que não há mais números tão altos, tudo culpa do Ômícron 5 que é altamente contagioso e mesmo as temperaturas do verão não podem pará-lo. Além disso, conforme observou o Presidente do Conselho Superior de Saúde, Franco Locatelli “Hoje temos taxas de reinfecção de 8,4%, lembro que quando o Delta circulava estávamos em 2%”. Ao que deve ser adicionado o aumento viral devido à falta de medidas de proteção.

Na Itália oaumento de casos começou no início de junho e agora deve atingir o pico no final de julho. Com efeito, em Portugal Ômícron 5 causou o crescimento de infecções por dois meses até parar, e é por isso que a Itália também pode seguir o mesmo caminho.
Há também um debate em curso entre aqueles que querem divulgar os positivos evitando o isolamento domiciliar dos assintomáticos e aqueles que pensam que é para breve.

Se o objetivo é conviver com a pandemia e passar para uma condição endêmica, que positivos assintomáticos possam sair de casa, talvez com máscara, é sinal de normalidade” A subsecretária de Saúde Andrea Costa disse recentemente.

Quais são os sintomas e o que saber sobre incubação e duração

Mas quais são os Sintomas da variante Omicron 5 e o que sabemos em incubação? Os sintomas da variante BA.5 incluem dor de garganta, faringodinia generalizada entre faringe e amígdalas, coriza, às vezes tosse, febre em torno de 38-39, fraqueza, perda de apetite, dores musculares, às vezes diarreia e vômitos.

Os especialistas recomendam tomar anti-inflamatórios e antipiréticos, enquanto a cortisona e os antibióticos não devem ser tomados. Em relação à incubação, o início dos sintomas é entre 2 e 12 dias, mas com Omicron 5 a média é de 3-4 dias enquanto a duração dos sintomas varia de 1 a 10 dias com uma média de 4 dias.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.