Férias em Portugal: Algarve. | Itálianews.it

Londres – Hoje apresentamos-vos um destino turístico num país da União Europeia: Portugal.
Falaremos sobre o Algarve, a região sul de Portugal com vista para o Atlântico, famosa no mundo por suas belas praias com palafitas, mar cristalino e areia dourada.
O Algarve é a região mais meridional de Portugal com 450.000 habitantes divididos em 16 municípios. O centro administrativo é Faro, onde também existe um aeroporto internacional.

O turismo e a produção alimentar (peixe e outros mariscos, bem como diferentes tipos de frutas e legumes como laranjas, figos, ameixas, alfarrobas, amêndoas, abacates, tomates, couve flor, morangos e framboesas) são os principais setores do Algarve economia.

É um continuum de praias incríveis (há mais de 150) perfeito para os esportes aquáticos mais emocionantes, mas também oferece recantos tranquilos para famílias.

Graças às suas praias, ao seu clima e à sua gastronomia, o Algarve tornou-se um destino muito procurado pelos turistas estrangeiros, principalmente britânicos, mas também escandinavos, espanhóis, alemães, franceses, holandeses e irlandeses.

Há também muitos italianos, que cada vez mais escolhem esta região tanto para turismo quanto para residência durante o período de aposentadoria.

AQUI ESTÃO AS FOTOS DAS PRINCIPAIS PRAIAS DA REGIÃO DO ALGARVE

Além da beleza da natureza, o motivo de atração turística é a qualidade da alimentação.

Os ingredientes utilizados refletem os sabores frescos do mar e os aromas intensos e fortes do interior. A gastronomia da região é, de facto, dominada pelos mariscos e peixes de todo o tipo, mas também pelos frutos, secos e frescos, muito utilizados na panificação e na doçaria, ou como fruta de mesa.
Figos e amêndoas estão entre as frutas tradicionais usadas tanto na confeitaria quanto nos licores.
Do arroz de arroz de lingueirão às navalhas de Faro, das sardinhas assadas de Portimão e até dos doces “Dom Rodrigos” de Lagos, há pratos e iguarias de todo o tipo.

A vila de Monchique é particularmente conhecida pela produção de carne de porco, de que os famosos enchidos de porco (linguiça, morcela, farinheira e chouriço) e os chamados presuntos são prova disso.

A deliciosa aguardente de medronho é produzida nesta região tanto artesanalmente como industrialmente, resultando numa aguardente de fruta que beneficia de um sabor discreto.
sorte na área. Os licores de produtos regionais também são procurados e incluem a ginjinha e a amêndoa amarga.

RESERVE SUAS FÉRIAS!!

O Algarve no seu conjunto é um dos locais mais quentes do sul da Europa, com clima mediterrânico de influência atlântica, invernos amenos e húmidos e verões quentes ou muito quentes e secos. No geral, é a região mais ensolarada da Europa.

O verão vê suas temperaturas médias mais altas no leste, onde as máximas estão em torno de 29-30 graus na costa e 32-35 no interior.
No interior do Algarve as temperaturas escaldantes são uma constante, tanto que por diversas vezes se atingiram temperaturas acima dos 40 graus. Os mínimos durante a noite são muitas vezes independentes da localização, estabelecendo-se em torno de 16-20 graus na maior parte do Algarve.

As temperaturas da superfície do mar no Algarve são geralmente frias, embora mais amenas do que nas outras costas ocidentais de Portugal. À volta da ponta de Sagres, o fenómeno da ressurgência diminui ainda mais as temperaturas da superfície do oceano.

No inverno, as costas oeste e sul têm temperaturas médias da superfície do mar em torno de 15-16°C, enquanto no verão sobem para cerca de 20-21, com seu máximo em setembro. No entanto, as águas costeiras do sul perto do Golfo de Cádiz tendem a receber escoamento quente do Mediterrâneo e, como tal, têm temperaturas ligeiramente mais altas em média do que a costa ocidental do Cabo San Vincenzo.

A região beneficia de uma extensa rede de museus e importantes locais de interesse cultural, cada um ligado ao seu passado cultural.

RESERVE SUAS FÉRIAS!!

De recordar é a cataplana, um método de cozedura utilizado na região que envolve a utilização de um recipiente constituído por duas peças metálicas côncavas, que se unem por uma dobradiça num dos lados e podem ser trancadas com um gancho na ponta diametralmente oposta. . Não se esqueça do frango de churrasco à Guia, da Caldeirada, do bacalhau com atum à Algarve, das lulas recheadas, das bolachas de maçapão e da sopa de xarém.

Segundo alguns, a carne de porco à alentejana, que leva o nome da vizinha região do Alentejo, tem as suas raízes na região do Algarve porque as amêijoas são muito mais populares como alimento nas vilas e aldeias costeiras do Algarve do que em locais longe do oceano.
Especificamente, o prato pode representar um exemplo de cozinha de fusão entre pratos de porco do interior alentejano, onde a criação de porcos é comum, e pratos de marisco da costa algarvia, onde abundam os mariscos.

O turismo é o principal recurso econômico da região.

Para além da beleza das suas praias, o Algarve tem apostado na criação de uma rede de campos de golfe. As praias do Algarve estendem-se desde a Praia da Marinha até Armação de Pêra, mas há também um famoso balneário chamado “Caldas de Monchique”.

RESERVE SUAS FÉRIAS!!

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.