“A Roma tem muitos adeptos, temos mais pressão”

ARNE SLOT NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

Como é Bijlow?
“Ele está bem, está disponível. Ele treinou com a equipe, participou da sessão de hoje. É um jogo importante, não há lesões. Teremos uma última sessão, se ele estiver disponível, será a primeira escolha. Ele joga muito bem, poderia ser o dono da Holanda”.

A Roma vai pressionar ferozmente.
“O Feyenoord tem que jogar um jogo de posicionamento, a Roma vai tentar chutar de longe. Esta situação deve ser levada em consideração. Já tivemos experiências semelhantes no campeonato, hoje haverá mais tensão e nervosismo, terá que jogar como todos os outros durante todo o ano e levar em conta o jogo do adversário”.

Marciano?
“Ele sempre jogou após a lesão de Bijlow, como todos os outros ele desempenhou um papel, já disse que se o nosso número 1 estiver disponível, ele entrará em campo”.

Há mais pressão com a presença de torcedores da Roma?
“Isso nos dá algo mais. Estamos na final e também é interessante para o público local. Temos que aproveitar esse entusiasmo. Os jogadores não estão acostumados a jogar finais, mas se comportam como um hábito”.

O que te impressionou na Roma?
“A Roma tem uma grande tradição, a Itália tem jogadores excelentes, criativos no ataque, um atacante como Abraham que sabe defender bem. Você sabe o que esperar, mas nunca sabe. Às vezes os treinadores têm truques na manga, eles precisam nos surpreenda. Eu disse que jogamos 55 jogos, seria uma surpresa se ele apresentasse algo que ainda não vimos.”

Há 5 anos um time holandês jogou contra um time de Mourinho. Já pensou neste jogo? Como vencer Mourinho?
“Eu li um artigo sobre isso, mas não tem nada a ver com o jogo de amanhã à noite. Um dos gols veio do time do Ajax. Na época, os times holandeses buscavam um ritmo mais lento, mas crescemos exponencialmente. Desde então. Temos um estilo de jogo completamente diferente. Podemos marcar de longe, nos preparamos para estilos diferentes. É claro que o adversário não quer esse ritmo lento, ele tentará marcar de Os jogadores estão indo muito bem, são jogadores de qualidade.”

A Roma jogou na sexta-feira, você não.
“Não acho que seja uma desvantagem, é bom para mim que a Roma tenha jogado há 5 dias, nos preparamos em Portugal e os jogadores estão indo bem, vimos isso em Marselha. Focamos em nós mesmos, a qualidade individual será decisiva”. Os dias de descanso não mudam, há muitas equipas que têm um melhor desempenho depois de jogar.”

Mourinho?
“Ele causou impacto, há poucos treinadores mais importantes do que ele. Mourinho, Guardiola, Sarri. Ele é especial”.

O calor será um incômodo?
“Esperamos poder aproveitar as condições meteorológicas, a Roma não vai abrandar. Temos de ganhar duelos e segundas bolas. Temos de estar prontos para marcar, nem todos estão preparados para o calor. Teremos de gerir a bola do jogo.”

Quão importante é este jogo a nível pessoal?
“Só treino há três anos, seria fantástico ganhar. Ainda estou a crescer. Já fiz jogos importantes, num nível inferior ganhei troféus. É sempre bom chegar à final”.

Trauner jogou uma temporada importante, foi convocado para a seleção austríaca. Seu impacto foi significativo?
“Se o indivíduo joga bem, todo o time joga bem de acordo. Não é só ele, mas outros jogadores também jogaram pela seleção. Ele teve que ir de 5 para 4 na defesa, mas que tal construir de baixo ele foi usado para lidar com a profundidade, uma das razões pelas quais ele veio aqui é a estabilidade, ele está sempre lá quando o time está em dificuldade, ele sempre nos dá uma mão na área. Acho que o time o ajudou.” .

GERNOT TRAUNER NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

O jogo? “É uma corrida muito especial para nós. É um momento importante para a nossa carreira, não esperava chegar à final. Fomos bem durante toda a temporada em todos os jogos europeus. Nunca perdemos nos grupos”. Estamos aqui por uma razão. Será uma corrida muito disputada, queremos vencer.”

Abraham é o jogador de futebol mais insidioso, ele é o mais forte que você já jogou contra? “Certamente estudei o jogo dele. Ele marcou trinta gols, é forte física e tecnicamente, é um dos jogadores-chave. Temos que limitar o espaço para ele jogar. Se tivéssemos de retirá-lo do gol que não poderíamos ter concedido, demonstrámo-lo com o Marselha”.

Sentimentos? “É o melhor momento da minha carreira, é muito especial para mim, é a primeira final europeia. Mostramos que podemos vencer adversários fortes, a Roma é um adversário difícil. Eles levaram poucos gols, mas também têm fraquezas. tente usá-los para marcar, temos muita qualidade e ainda somos capazes de marcar gols. Mal podemos esperar para entrar em campo”.

Você jogou com Karsdorp. Que relação você tem com ele? Você está surpreso com a importância dele para a Roma após momentos complicados? “Há algum tempo que não tenho notícias do Rick, apesar de nos termos tornado amigos. No início, ele lutou com a lesão, mas tem qualidade e merece jogar esta final.”

Qual foi a importância de Marciano, seu segundo goleiro? “Depois da lesão de Justin foi importante, não importa quem jogue, temos dois grandes goleiros”.

Veja o vídeo

Roma, treino pré-final: os Friedkins no banco para ver a finalização

JENS TOORNSTRA NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

Como você está se sentindo? “Jogámos pela última vez há vários dias, mas em Portugal concentrámo-nos”.

É um momento importante. “Sim, é um momento fantástico, mas temos que jogar a final. Estamos gratos por esta oportunidade, esperamos que possamos nos sentir tão bem em 30 horas”

Perguntamos a Mourinho o que ele achava de jogar em Tirana, houve uma polêmica. O que você acha disso? “Somos apenas jogadores, focamo-nos nas questões futebolísticas. A organização foi excelente”.

Jens, você é o capitão: seria ótimo vencer. “Ainda não pensei na Taça, temos de jogar bem, se ganharmos podemos festejar. Espero que seja um jogo divertido, com certeza será disputado, esperamos poder ganhá-lo”.

Você jogou em Marselha, foi uma preparação perfeita? “É claro que o Marselha foi um adversário difícil. Fomos fortes. Falta apenas um jogo contra um adversário digno. A Roma está a jogar muito bem. Terá de estar concentrado e ter espírito de equipa para vencer .”

Você corre o risco de começar do banco? “Tive lesões, talvez não seja titular, é uma pena, mas estou aproveitando este momento. Se ganhássemos, não pensaria em lesões”.

O que você focou na sua preparação? “Tratamos da maioria dos assuntos. Você tem que se apoiar, se revitalizar. Aproveitamos esse tempo de preparação.”

Você já viu os fãs? “Vi-os nas redes sociais, fomos ao hotel e adormecemos. Não o vi pessoalmente, é fantástico e acho que isso faz de nós uma grande equipa”.

Roma, a formação do MKhitaryan.  Primeiro ele fica com raiva, depois tranquiliza:

Veja o vídeo

Roma, a formação do MKhitaryan. Primeiro ele fica com raiva, depois tranquiliza: “Estou bem”

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.