Chega de telefonemas ou mensagens para funcionários fora do horário de trabalho, aperto de Portugal

Chega de ligações ou mensagens para funcionários fora do horário de trabalho, ao chegar em casa você deve ter direito ao descanso. Este foi introduzido por Portugal, cujo Parlamento aprovou uma lei que agora prevê que as empresas que notem que enviam e-mails aos seus funcionários fora do horário contratual serão multadas. A norma faz parte de uma série de medidas para regular o trabalho inteligente e recalibrar o equilíbrio entre vida profissional e pessoal dos cidadãos.

A legislação pretende ser uma resposta direta às mudanças provocadas pela pandemia que “acelerou a necessidade de regular o que precisa de ser regulado”, disse. Ana Mendes Godinho, Ministro do Trabalho e Segurança Social de Portugal, na conferência de tecnologia Web Summit, em Lisboa, no início de novembro. “O teletrabalho pode mudar o jogo se aproveitarmos os benefícios e reduzirmos as desvantagens.” Além das sanções administrativas que serão impostas às empresas que contactem os funcionários fora do horário de trabalho, o pacote inclui muitas outras medidas destinadas a salvaguardar o bem-estar dos trabalhadores.

Agora, as empresas serão obrigadas a pagar as despesas domésticas incorridas durante o trabalho em casa, incluindo contas de internet e eletricidade. Todos os dispositivos de monitoramento de produtividade fora do escritório serão proibidos devido à privacidade dos funcionários. Além disso, a cada dois meses, as empresas serão obrigadas a organizar reuniões presenciais para combater a solidão dos trabalhadores. Funcionários com filhos também terão o direito legal de trabalhar em casa até que seus filhos completem oito anos de idade, sem precisar de aprovação da gerência. explica o independente.

O ministro Godinho espera que estas condições favoráveis ​​atraiam ‘nômades digitais’ para Portugal: “Consideramos Portugal um dos melhores lugares do mundo para esses nômades digitais e trabalhadores remotos escolherem viver. Queremos atraí-los para Portugal. Portugal”, disse ela. . . As novas regras só se aplicam a empresas com 10 ou mais funcionários.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.