Os azzurrini caem com a Polônia na Riviera – Esporte

Itália

0

Polônia

1

ITÁLIA (4-4-2): Sorrentino (37′ st Riccio); Barbieri, Riccio, Dalle Mura, Ruggeri (27º Florenzi); Cudrig (1º Mercados), Milanese (27º Cittadini), Panada, Sekulov (1º Heubang); Da Graça (27’s Bonfanti), Desogus. Carimbos de anexo.

POLÔNIA (4-3-3): Tobiasz (1º Bieszczad); Tkocz, Peda, Szymanski, Bieganski; Ibe-Torti (16′ Cielemecki), Gerbowski (1′ Rakoczy), Pyrka; Szymczak (27’st Marczuk), Walicki (16’st Iskra), Pyrka. Rebanhos de Stepinsky.

Árbitro: Marchetti. Gol: 45º Tkocz.

O ‘Torneio das 8 Nações’ começa com uma derrota em San Benedetto contra a atual campeã Itália, que enfrentou a Polônia na ‘Riviera delle Palme’. O Sr. Alberto Bollini convocou vinte e três jogadores, todos nascidos em 2002 com excepção de Nicolò Savona da Juventus e Nicolò Cavuoti do Cagliari, ambos nascidos em 2003. Portugal, Roménia, República Checa, Alemanha, Noruega e Inglaterra também estão presentes no mesmo torneio. Os jogadores Sub-20 encontraram-se na passada sexta-feira em Grottammare, onde ficaram no ‘Parco dei Principi’. Nicholas Bonfanti, que jogou no Modena na temporada passada, filho do ex-Samb Arnaldo Bonfanti, que vestiu a camisa do rossoblu de janeiro de 2008 a junho de 2009. Antes do jogo, durante o aquecimento dos dois times, ele foi o drama de Ballarin comemorado no no dia do quadragésimo primeiro aniversário do incêndio que causou a morte de Maria Teresa Napoleoni e Carla Bisirri, além de uma centena de outras queimaduras: “O jogo foi disputado precisamente no dia 7 de junho, a estas horas”, explicaram os comentadores, referindo-se ao infame encontro entre Samb e Matera, que na verdade começou às 17h.

A partida, apesar de entrada gratuita, teve poucas aparições nas arquibancadas, provavelmente devido a horários de trabalho, calor extremo, bem como o protesto dos torcedores do rossoblu contra a FIGC. A Azzurrini regressa a campo no dia 23 de setembro para defrontar Portugal fora. Em 17 de novembro, eles viajarão para a Romênia e, quatro dias depois, receberão seus pares da República Tcheca. Os dois últimos compromissos estão programados para março de 2023, quando a Itália voará para a Noruega e concluirá sua viagem ao torneio com a Alemanha. . Nas arquibancadas apresentam o presidente do Sambenedettese Roberto Renzi com seu sócio, o gerente geral Luca Faccioli, o Sr. Sante Alfonsi e os jogadores Lulli, Angiulli, Fall, Tomas e o ex-rossoblu Carpani, além do jornalista Maurizio Compagnoni e do ‘ Sub 21′ treinador Paolo Nicolato. Para constar, um pênalti para a Itália chutado pelos milaneses e defendido por Tobiasz aos 16′ e o gol da vitória da Polônia chegaram aos 45’ do segundo tempo em uma cabeçada de Tkocz.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.