LHC, acelerador de partículas do CERN em Genebra, foi reiniciado

O maior acelerador do mundo, o Lhc (ou seja, Large Hadron Collider), foi reiniciado no CERN. A máquina foi atualizada durante seu intervalo técnico de três anos e agora está operacional novamente. De fato, conforme anunciado pelo mesmo laboratório sediado em Genebra, dois feixes de prótons começaram a circular no anel de 27 quilômetros.

Mudanças em três anos

leia também



Du Cern uma medida mais precisa da força forte que mantém os núcleos juntos

Com esta retomada das atividades começa um período de rodagem que pode terminar em junho ou julho, quando o LHC estará pronto para produzir novos dados. Durante o hiato de três anos, foram feitas modificações no carro que permitiram que ele operasse “em energias mais altas” e “aumentasse significativamente os dados disponíveis”, explicou Mike Lamont, diretor de aceleradores e tecnologia do carro do CERN.

“Um sucesso depois de uma longa pausa”

leia também



CERN, tecnologias “verdes” para pesquisas mais eco-sustentáveis

“Esses primeiros feixes de partículas representam o reinício bem-sucedido do acelerador após o excelente trabalho realizado durante o longo desligamento”, acrescentou Rhodri Jones, gerente de operações de feixe de partículas do CERN.

Cooper Averille

"Praticante de cerveja incurável. Desbravador total da web. Empreendedor geral. Ninja do álcool sutilmente encantador. Defensor dedicado do twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *